Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/10/2006 - 09h03

Mais de 2.000 testes nucleares foram feitos no mundo desde 1945

Publicidade

da France Presse, em Paris

Antes que a Coréia do Norte realizasse, nesta segunda-feira, seu primeiro teste atômico, as sete potências nucleares do mundo procederam 2.047 testes nucleares desde a explosão da primeira bomba atômica no deserto do Novo México, Estados Unidos, em 16 de julho de 1945.

Só Estados Unidos, Rússia, França, Reino Unido e China são consideradas potências nucleares, nos termos do Tratado de Não-Proliferação nuclear (TNP), já que efetuaram testes antes de 1º de janeiro de 1967. No entanto, Índia e Paquistão são potências atômicas de fato.

Os Estados Unidos, único país que lançou suas bombas atômicas sobre uma nação inimiga (Hiroshima e Nagasaki, Japão, em agosto de 1945), lideram o chamado "clube atômico" com 1.032 testes nucleares, à frente da Rússia, que conta 715.

A França realizou 210 testes desde 1960, na Argélia e depois no Pacífico. O primeiro teste aconteceu em Reggane, Argélia. Desde 2 de julho de 1966, os ensaios foram realizados nas ilhas Mururoa e Fangataufa, no Pacífico sul. Os seis últimos ocorreram entre 1955 e 1996.

O Reino Unido conta com 45 testes, assim como a China --a primeira em 16 de outubro de 1964. Depois da última, em 29 de julho de 1996, Pequim anunciou a suspensão dos testes nucleares.

A Índia fez seu primeiro teste em 1974 e realizou cinco outros em 11 e 13 de maio de 1998, no deserto de Rajasthan. Seu vizinho Paquistão realizou ensaios nucleares em 28 e 30 de maio, completando seis explosões no deserto do Baluchistão.

Os dois países, que não assinaram o TNP, se proibiram mutuamente de atacar suas instalações nucleares.

O tratado sobre a proibição total de testes nucleares, adotado pela ONU em 10 de setembro de 1996, colocaria, teoricamente, ponto final à lista de 2.047 testes nucleares contabilizados no mundo desde 1945.

Com agências internacionais

Leia mais
  • Coréia do Norte faz teste nuclear; comunidade internacional reage
  • Entenda o caso dos testes nucleares da Coréia do Norte

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o programa nuclear da Coréia do Norte
  • Leia o que já foi publicado sobre o Cosenlho de Segurança da ONU
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página