Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/02/2007 - 10h35

EUA respondem a Putin que uma Guerra Fria já foi suficiente

Publicidade

da Folha Online

O secretário americano de Defesa, Robert Gates, disse este domingo na Alemanha que "uma Guerra Fria já foi suficiente", em resposta aos ataques do presidente russo, Vladimir Putin, no sábado contra o papel desestabilizador dos Estados Unidos no mundo.

"Uma Guerra Fria já foi suficiente", declarou Gates, sucessor de Donald Rumsfeld, durante a 43ª Conferência sobre Segurança em Munique, ao anunciar que Putin e seu colega russo Serguei Ivanov, com quem se reuniu na quinta-feira em Sevilha (Espanha), o convidaram esta semana para viajar a Moscou.

Ontem, Putin disse que o "aumento do uso da força militar" por parte dos EUA "está criando uma nova corrida armamentista, com países pequenos se voltando ao desenvolvimento de armas nucleares". "[Isso está] alimentando uma corrida armamentista, com o desejo dos países de conseguir armas nucleares", disse. "Isso é perigoso: ninguém mais se sente seguro porque ninguém mais consegue se escudar na lei internacional."

O porta-voz de Putin, Dimitry Peskov, disse que o presidente russo não pretendia ser provocativo, mas reconheceu que foi a crítica mais dura aos EUA desde sua eleição, em março de 2000. "O motivo do comentário foi a preocupação da Rússia quanto ao número crescente de conflitos e ao mau funcionamento das leis internacionais", disse Peskov à AP.

A Casa Branca reagiu com surpresa e decepção às acusações do presidente da Rússia. "Estamos surpresos e decepcionados com os comentários do presidente Putin", disse ontem o porta-voz de Segurança Nacional, Gordon Johndroe. "As acusações constituem um erro (...) Esperamos seguir cooperando com a Rússia em áreas importantes para a comunidade internacional, como o contraterrorismo, e reduzindo a disseminação e a ameaça de armas de destruição em massa."

Com France Presse

Leia mais
  • Mundo é "multipolar", diz senador dos EUA em resposta a críticas de Putin
  • Putin acusa EUA de tentarem criar nova corrida armamentista

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre Vladimir Putin
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página