Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
29/11/2000 - 15h26

Fernando Henrique viaja ao México para posse de Fox

Publicidade

da France Presse
em Brasília

O presidente brasileiro, Fernando Henrique Cardoso, viaja hoje ao México para participar da posse do presidente eleito Vicente Fox, no próximo dia 1 de dezembro.

FHC pretende almoçar amanhã com seus colegas da Argentina e Chile, Fernando De la Rúa e Ricardo Lagos, respectivamente, a convite de Vicente Fox.

O novo presidente mexicano deve aproveitar para expor seu projeto de integração e desenvolvimento de uma América Latina forte, da qual estes quatro países são os pilares, disseram fontes da chancelaria brasileira.

Foi precisamente pelos países presididos por seus convidados que Fox iniciou em agosto sua primeira viagem ao exterior após ser eleito a 2 de julho, pondo fim a 71 anos de hegemonia do PRI (Partido Revolucionário Institucional).

Então um de seus assessores de relações exteriores disse que Argentina, Brasil e Chile, com o Uruguai, que também fez parte da viagem, têm um "significado especial" para Fox, já que seus presidentes o tinham apoiado quando ainda era candidato.

Durante aquela visita, Fox anunciou que sua presidência estaria marcada pelo fortalecimento das relações com a América Latina, depois de uma política mexicana tradicionalmente orientada para o norte anglo-saxônico.

A instabilidade da Argentina, que está afetando em cheio o Brasil, cuja moeda continua se desvalorizando frente ao dólar, será sem dúvida um dos assuntos que serão abordados pelos quatro presidentes na reunião.

A chancelaria brasileira não confirmou os encontros bilaterais que realizará FHC em sua estada na capital mexicana, embora reconheça que foram solicitados alguns.

FHC participará de todos os atos previstos pelas autoridades mexicanas. Além do almoço previsto para amanhã, à noite irá a uma recepção na chancelaria, assim como ao jantar oferecido pelo atual presidente Ernesto Zedillo aos chefes de Estado e suas esposas.

Sexta-feira participará da histórica cerimônia que põe fim a uma era da política mexicana contemporânea, assim como do jantar que o novo presidente oferecerá aos seus convidados.

Fontes da chancelaria brasileira não puderam confirmar se FHC permanecerá no México no dia 2 para participar das atividades previstas para esse dia, ou regressará nas primeiras horas do sábado ao Brasil.

FHC será acompanhado em sua viagem ao México pelo chanceler Luiz Felipe Lampreia, pelo senador José Sarney e pelo embaixador do Brasil na capital mexicana, Luiz Felipe Macedo.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página