Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
04/03/2001 - 22h14

Queda de ponte em Portugal pode ter matado mais de 67 pessoas

Publicidade

da Reuters, em Lisboa

Pelo menos 67 pessoas podem ter morrido na queda de uma ponte no norte de Portugal, a 50 km da cidade do Porto (norte do país) na noite de hoje.

Segundo informações da defesa civil, um ônibus com 67 turistas e dois carros foram arrastados para dentro do rio Douro, numa queda de 50 metros. Até o momento somente um corpo foi encontrado.

As primeiras informações dão conta de que um pilar da ponte cedeu, jogando os veículos na água 50 metros abaixo.

O prefeito da cidade de Castelo de Paiva, Paulo Teixeira, disse a rede de televisão SIC que já havia advertido as autoridades para o risco da ponte, por onde passavam diariamente mais de 1.600 veículos. "Ela não oferecia as condições mínimas de segurança", disse ele.

O prefeito disse acreditar que todos os envolvidos no acidente devem ter morrido. "Não acreditamos que haja qualquer sobrevivente."

A ponte, construída em 1886, tinha mais de 200 metros e ficava cerca de 50 metros acima do nível normal do rio Douro, que neste inverno esteve muito agitado devido às fortes chuvas que caíram na região.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página