Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
11/10/2002 - 06h14

Partidos fundamentalistas crescem nas eleições paquistanesas

da France Presse, em Islamabad

Os primeiros resultados das eleições legislativas realizadas ontem no Paquistão apontavam para um significativo crescimento dos partidos fundamentalistas islâmicos no noroeste e sudoeste do país, junto a fronteira com o Afeganistão.

Das 50 cadeiras do Parlamento já definidas às 7h30 locais de hoje, o Muttahida Majlis e Amal (MMA), a aliança de seis partidos islâmicos, conquistava 22 cadeiras. O Partido Popular Paquistanês (PPP), da ex-primeira-ministra Benazir Bhutto, obtinha 11 cadeiras, seguido pela Liga Muçulmana Paquistanesa-Quaid (PML-Q, ligada ao regime militar), com 10 cadeiras.

A Liga Muçulmana Paquistanesa-Nawaz (PML-N), do ex-premier Nawaz Sharif, conquistava quatro cadeiras.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página