Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
31/01/2004 - 21h21

Milhares de imigrantes exigem "documentos para todos" na Espanha

Publicidade

da France Presse, em Barcelona (Espanha)

Milhares de pessoas participaram hoje de uma manifestação contra a Lei de Estrangeiros em Barcelona (Espanha), pedindo documentos para todos.

Os organizadores do protesto dizem que 10 mil pessoas foram às ruas, enquanto a polícia afirma que 2.000 participaram da manifestação.

A mobilização fez parte de uma jornada européia de luta, organizada por entidades de apoio a imigrantes sem documentos.

Participaram da passeata, principalmente, os imigrantes paquistaneses, indianos, marroquinos, subsaarianos e latino-americanos.

A manifestação ocorreu de forma pacífica, sem incidentes, ao som de música e palavras de ordem como "Nem guerra, nem fronteiras, nem mortes" ou "Trabalho e papéis [documentos] para todos".

A manifestação saiu da Praça Universidad, passou pelas populares Ramblas de Barcelona e terminou em frente à sede do governo da Catalunha, onde foi lido um manifesto assinado pelas 37 entidades organizadoras.

O documento pede a regulamentação, sem a exigência prévia de trabalho, de cerca de 850 mil imigrantes ilegais que vivem na Espanha, dos quais 200 mil moram na Catalunha. Solicitou também o fechamento dos centros de abrigo que são considerados "prisão" pelas entidades e os imigrantes.

Além de Barcelona, outras cidades da Espanha e de mais 12 países da Europa assistiram hoje a manifestações de imigrantes como esta.

Leia mais
  • Imigrantes fazem protesto em Portugal
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página