Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/12/2005 - 10h36

Deputados belgas aprovam lei de adoção para casais gays

Publicidade

da Ansa, em Bruxelas

A Câmara dos Deputados belga aprovou nesta sexta-feira a lei que consente aos casais gays a adotarem crianças. A votação parlamentar durou toda a madrugada.

O texto, que foi aprovado com 77 votos a favor, 62 contra e sete abstenções, agora deverá passar pela análise do Senado. Porém, será a Câmara dos Deputados que dará a palavra final.

A proposta de lei passou com o apoio dos socialistas, dos ecologistas e dos liberais belgas. Os cristão-democratas e a extrema direita votaram contra.

Com base no projeto de lei, os casais homossexuais regularmente casados e que vivem juntos terão os mesmos direitos dos casais heterossexuais sobre o que se refere a adoções de crianças, sejam elas belgas ou estrangeiras.

A Bélgica se tornou em 2003 o segundo país no mundo, depois da Holanda, a legalizar o casamento entre gays.

A proposta de lei foi duramente questionada pelos bispos belgas, segundo os quais "legalizar a adoção aumentaria a confusão sobre as diferenças sexuais, que é o principio fundamental da família".

Leia mais
  • Legislação sobre união gay avança em todo o mundo

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre casamento gay
  • Leia o que já foi publicado sobre adoção de crianças por gays
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página