Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
10/03/2006 - 07h52

Londres forneceu plutônio a Israel para pesquisa na década de 60

Publicidade

da France Presse, em Londres

O Reino Unido, um dos principais atores da recente polêmica nuclear com o Irã, forneceu a Israel nos anos 60 plutônio e outros materiais sensíveis utilizáveis para fabricar armas atômicas, revelou ontem a rede de TV BBC.

Estas informações, divulgadas na noite de quinta-feira pelo canal britânico, foram recebidas com grande interesse pelo militante antinuclear israelense Mordechai Vanunu, que espera que uma maior abertura sobre o passado contribua para combater a proliferação nuclear no Oriente Médio.

Citando documentos secretos obtidos e encontros com ex-funcionários do governo, o programa da BBC Newsnight informou que o Reino Unido entregou a Israel amostras de produtos nucleares quando desenvolvia em segredo seu reator nuclear Dimona.

O britânico Tony Benn, então ministro da Tecnologia, disse à BBC, porém, que estes acordos foram concluídos sem seu conhecimento, embora ele tenha sido responsável pelas exportações de materiais nucleares.

Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o programa nuclear israelense
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página