Reuters
13/11/2001 - 11h19

Gravador de voz indica que queda de avião em NY foi acidente

da Reuters, em Washington

Investigadores norte-americanos disseram hoje que as informações iniciais da caixa-preta com a gravação do que aconteceu na cabine do avião da American Airlines que caiu na ontem indicam que a queda foi um acidente.

"O gravador de voz da cabine é a melhor informação que temos, e uma análise rápida feita na noite passada em Washington não mostrou qualquer coisa que indique nada fora do normal na cabine, além da sequência do acidente", disse George Black, do órgão que cuida da segurança nacional de transportes nos EUA.

Falando ao programa "Good Morning America", da ABC, Black disse que não havia vozes estranhas na cabine antes da queda, que aconteceu logo após o avião levantar vôo do aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, com destino à República Dominicana.

"Não havia nada na gravação que nos faça acreditar que tenha sido outra coisa que não um acidente aéreo", disse ele, afastando a hipótese de que houvesse sequestradores a bordo, como aconteceu nos ataques de 11 de setembro.

Até 269 pessoas podem ter morrido no acidente. Dos 251 passageiros e nove tripulantes a bordo, ninguém sobreviveu. Nove pessoas que estavam em terra estão desaparecidas. O avião caiu sobre casas no bairro de Queens.


  • Com agências internacionais

    Leia mais no especial Risco no Ar
     
  • FolhaShop

    Digite produto
    ou marca