Folha Online Redes urbanas
Redes urbanas
15/01/2004

Água: Fluido renasce nas "veias" paulistanas

Líquido chega limpo, carrega a sujeira e volta, recuperado, a circular

da Equipe de Trainees

A água que São Paulo sorve das represas que a cercam é filtrada quando entra e quando sai da cidade. Para chegar limpa a milhões de residências e empresas, é separada de folhas, peixes, terra e substâncias químicas que a acompanham, antes de percorrer mais de 17 mil quilômetros de tubos até as torneiras. A cada segundo, passa pela tubulação água suficiente para encher 11 caminhões-pipa. Usada, volta aos dutos, desta vez de esgoto. É bombeada através de grades, empurrada por rodos, sugada por aspiradores, "digerida" por bactérias. Em oito horas, volta a irrigar jardins e lavar ruas



Anterior | Próximo | Índice

Copyright Folha de S. Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).