Cartoon 'contrata' youtuber brasileira de animação

Atração com Any Malu estreia no canal nesta segunda (4) às 20h

São Paulo

O caminho tornou-se comum nos últimos anos: alguém totalmente desconhecido começa a postar vídeos na internet, torna-se youtuber, conquista milhares e até milhões de fãs, torna-se uma celebridade e é contratado por um canal de televisão.

Só que há algo de inédito na estreia desta segunda-feira (4) no Cartoon Network. A youtuber Any Malu, que apresentará um programa às 20h, é um desenho animado.

A garota tem 18 anos desde que começou seu canal no Youtube, em 2015 (o bom da animação é que o personagem pode manter a mesma idade por quanto tempo quiser).

Com vídeos nos quais comenta desenhos animados famosos, entre outros assuntos, ela angariou desde então 2,8 milhões de inscritos no YouTube e quase meio milhão no Instagram.

Any Malu surgiu em um apartamento que dois amigos animadores dividiam depois de perder o emprego em produtoras do Rio de Janeiro. Anderson Mahanski, 43, e Fernando Mendonça, 31, prestavam serviços de animação como free-lancers para se sustentar e, durante noites, madrugadas e finais de semana trabalhavam na criação de Any Malu.

Ilustração de menina de lado fazendo pose com a mão segurando um microfone
Any Malu, youtuber de animação que estreia em 4/5 no Cartoon Network - Divulgação

“Começamos a observar como a nova geração se comportava. Certa vez fomos a CCXP [Comic Con Experience, festival de desenhos, games e cultura pop], havia uma multidão de crianças e adolescentes gritando. Eram fãs da Kéfera. Então pensamos: ‘Vamos fazer uma youtuber de animação!’”, conta Anderson. Foi então que surgiu a produtora Combo Estúdio.

Esperta, Any Malu começou, no início de 2019, uma campanha para ser contratada pelo Cartoon. No final do ano, eles assinaram contrato. Agora comemora com o jeitinho típico de muito youtuber da vida real: "Ai, gente, tipo assim, eu tô muito feliz! Eu não sei se deu pra perceber, sabe? Miga, vamos arrasar!”.

Algo também comum dessas crianças e adolescentes celebridades se passa com Any Malu: sua mãe é produtora e diretora do programa. E é brava: “Venha já lavar esta louça!”, diz Anderson à Folha, fazendo a voz da dona Nina, de quem é dublador. “É uma homenagem para a minha vó, que é brava, mas eu amo.”

“Any Malu Show” amplia a presença brasileira no Cartoon, que conta atualmente com “Turma da Mônica”, “Oswaldo” e “Irmão do Jorel”. Assim como as outras produções, deve ser lançada na América Latina.

“Como ela já era conhecida no YouTube no Brasil, vamos estrear antes aqui e começar um trabalho de divulgação em outros países para depois colocá-la na programação de toda a América Latina”, afirma Adriana Alcântara, diretora sênior de produção e conteúdo nacional do Cartoon Network.

Ela diz que o YouTube não é visto como concorrente pelo Cartoon, e sim com parte da estratégia para atingir o público. Any Malu continuará produzindo conteúdo exclusivo para o seu canal do YouTube, além dos episódios que apresentará de segunda a sexta no Cartoon, com sete minutos cada um. Tipo assim, tá em todas. É o jeito, né, miga!

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.