Pequeninos mostram que todo mundo pode ser herói

Nesses filmes, que você pode ver com os pais, os personagens enfrentam perigos

São Paulo

Quem foi que disse que só os grandes podem ser corajosos? Para muitos personagens do cinema, tamanho não é nem nunca foi documento. Em nome dos amigos ou da família, eles enfrentam absolutamente todos os perigos do mundo, sejam eles criaturas mágicas, agentes do governo ou poderosas feiticeiras.
Confira uma lista de produções para assistir com os papais e mamães, e que vão ensinar valores como autoaceitação e lealdade. Há desde filmes mais recentes, como a nova versão de “O Rei Leão”, como tesouros das décadas de 1980 e 1990.

Uma aldeia africana com várias casas e pessoas
Cena do desenho animado "Kiriku e a Feiticeira" - Divulgação

Kiriku e a Feiticeira (1998)

Baseado em uma lenda africana, o desenho conta a história de um bebê que, embora tenha acabado de nascer, já compreende o mundo melhor do que todo mundo. Ele também tem bastante força, e esta combinação vai ajudá-lo a salvar sua aldeia da maldição da feiticeira Karabá. Importante perceber como as formas de tratamento de Kiriku por parte dos habitantes mudam conforme as proezas do menininho acontecem.
O leãozinho aparece sendo erguido
Cena da nova versão de 'Rei Leão', feita por computadores - Walt Disney Studios Motion Picture
O Rei Leão (2019)

Não importa se você assistiu a primeira versão, em 1994 —é impossível não amar esta mais recente. Na história, o pequeno leão Simba se sente culpado pela morte do pai, e foge de sua aldeia com um misto de vergonha e desesperança. Ele conhece o suricato Timão e o javali Pumba, que se tornam seus melhores amigos e serão parte fundamental na jornada de Simba até que ele descubra não só a verdadeira identidade do assassino de seu pai, mas também o tamanho da poderosa fera que habita dentro dele próprio.
Lilo & Stitch aparecem de braços cruzados numa praia
Lilo & Stitch numa ilha havaiana - Divulgação

Lilo & Stitch (2002)
Não se engane com o tamanho de Lilo —sua sensibilidade para o mundo é gigante. Fã de Elvis Presley e muito bagunceira, a havaiana Lilo é bastante apegada à família. Depois que seus pais morreram, o núcleo familiar se reduziu a ela e sua irmã Nani, que agora precisa trabalhar muito para manter a casa. Então, Lilo adota Stitch pensando que ele é um cãozinho, mas na verdade é um alienígena procurado pela polícia das galáxias.

O garoto com tapa-olho está deitado na neve com seu violão
Cena da animação "Kubo e as Cordas Mágicas", de Travis Knight - Divulgação

Kubo e as Cordas Mágicas (2016)
Kubo é diferente dos outros garotos da sua idade. Ele perdeu um olho quando era bebê, e aos 12 anos já precisa trabalhar para sustentar a casa, porque sua mãe sofre de depressão. Por conta de tudo isso, ele tem uma grande sensibilidade em relação a tudo que acontece ao seu redor. Um dia, Kubo fica na cidade mais do que deveria, desobedecendo a mãe, e sofre duras consequências por causa disso.

A atriz Drew Barrymore beija o E.T. no rosto
A atriz Drew Barrymore beija o E.T. - Divulgação

E.T (1982)
Grandes clássicos merecem ser mostrados pelos pais aos filhos, e esses aos netos, e assim por diante. Então, aproveite a quarentena para assistir com seus pais a história de Elliot, um menino de dez anos que desenvolve uma relação de proximidade muito grande com o alienígena que um dia aterrissa em sua casa. Tão grande eles passam a sentir tudo que o outro sente. Elliot vai precisar de muita coragem quando agentes do governo tentarem impedir seu melhor amigo de voltar para casa.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.