'Pinocchio' e 'Ilha do Tesouro' ganham novas versões gratuitas

Baixe os e-books no site do Instituto Mojo; loja virtual vende versão física

Pinóquio e Gepeto estão em pé dentro da boca de um tubarão, enquanto um navio aparece afundado

Pinóquio e Gepeto enfrentam a fúria dos mares em ilustração de Andre Ducci Andre Ducci/ Divulgação

São Paulo

Ler uma boa história é uma delícia, mas contar com uma ajudinha de desenhos bonitos para alavancar a fantasia é ainda mais gostoso. Quando um livro traz boas ilustrações, fica muito mais fácil de a gente imaginar elementos como a carinha dos personagens e o lugar onde eles estão. Mesmo que aquela história já seja um grande clássico mundial.

Além de dar nova aparência a protagonistas conhecidos de todo mundo, como Alice e Peter Pan, por meio de livros com ilustrações novinhas em folha, o Instituto Mojo dissemina conhecimento com o lançamento de mais quatro títulos: “As Aventurtas de Pinocchio”, “Ilha do Tesouro”, “O Jardim Secreto” e “Anne de Green Gables”.

Todos eles estarão disponíveis em edições especiais no site da editora de graça —os dois primeiros no próximo dia 20, e os dois últimos a partir de dezembro. E, para quem quiser aproveitar as encadernações ricamente ilustradas, com capa dura, cores especiais e texto integral, também dá para comprá-las na loja virtual.

Já há dois anos que a Mojo começou a publicar obras infantis em domínio público. Fazem parte do catálogo “O Livro da Selva (Mowgli)”, “Peter Pan & Wendy”, “Oz” e “As Aventuras de Alice”.

“É uma demanda e uma obrigação social que as pessoas tenham acesso às obras que já estão livres de direitos autorais e, portanto, deveriam estar ao alcance de todos”, acredita Ricardo Giassetti, diretor do Instituto Mojo de Comunicação Intercultural.

“O modelo é um sistema de autofinanciamento. Criamos o projeto para que caminhe de maneira independente de apoios públicos ou privados. A cada livro físico vendido, mais ebooks gratuitos”, explica.

“Essa é uma das maneiras possíveis de se fazer cultura em um país sucateado como o Brasil de 2020: realizar e promover a cultura coletivamente apesar do cenário contrário”.

Capa do livro Pinóquio da editora Mojo
Capa de Pinóquio da editora Mojo - Andre Ducci/ Divulgação

As Aventuras de Pinocchio

Pinocchio nasceu como um simples pedaço de pau, mas desde sempre sonhava em se transformar em uma criança de verdade. Esculpido pelo artesão Geppetto, o boneco ganha esta oportunidade com um toque de magia da Fada Azul. Acontece que Pinocchio sabe muito pouco sobre a vida e responsabilidade, e vai precisar aprender algumas lições importantes.

Título original: Le avventure di Pinocchio. Storia di un burattino (1881-1883), tradução: Adriana Zoudine, ilustração: Andre Ducci; R$ 59,90 (na pré-venda); 196 páginas, 16 x 23 cm; tempo de leitura: 4 horas

Capa do livro Ilha do Tesouro, da editora Mojo
Capa do livro Ilha do Tesouro, da editora Mojo - Andre Ducci/ Divulgação

Ilha do Tesouro

É por causa desta história que todos nós amamos piratas até hoje – foi ela que estabeleceu essa mística na literatura ocidental. Elementos como a perna de pau, o baú do tesouro, os mapas secretos e o papagaio no ombro surgiram aqui, em uma aventura que leva o leitor a viajar junto com a tripulação.

Título original: Treasure Island (1886), tradução: Gabriel Naldi; ilustração: Andre Ducci; R$ 59,90 (na pré-venda); 320 páginas, 16 x 23 cm, tempo de leitura: 7 horas

O Jardim Secreto

Depois que seus pais morrem, Mary Lennox vai morar na mansão do tio. O lugar é tão gigante quanto esquisito: muitos cômodos para explorar, criados muito obedientes, um primo doente e mimado, e um jardim secreto onde Mary não pode entrar. Você conseguiria segura a curiosidade e obedecer às regras da casa?

Título original: The Secret Garden (1911), tradução: Ricardo Giassetti, ilustração: Andre Ducci; R$ 49,90 (na pré-venda); 320 páginas, 16 x 23 cm, tempo de leitura: 7 horas

Anne de Green Gables

A ideia era adotar um garoto para ajudar nos afazeres da fazendo, mas os irmãos Marilla e Matthew Cuthbert acabaram recebendo de presente uma garota tagarela que deixa bem claro o quanto está feliz com seu novo lar. Seu nome é Anne Shirley, e, além de falar muito, ela também é inteligente, dramática, brincalhona e dona de uma imaginação muito fértil. Seu jeitinho rapidamente anima todos, e vai causar um monte de situações divertidas.

Título original: Anne of Green Gables (1908), tradução: Adriana Zoudine​, ilustração: Andre Ducci R$ 49,90 (na pré-venda); 320 páginas, 16 x 23 cm; tempo de leitura: 6,5 horas

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.