Coleção de livros apresenta ingredientes brasileiros para as crianças

Série estimula filhos a cozinharem com os pais pratos de todas as regiões do país

São Paulo

Paulistana radicada no Rio de Janeiro, a jornalista Alice Granato, 47, viajou por dois anos, entre 2010 e 2011, para produzir o livro “Sabor do Brasil” —lançado em 2012 pela editora Sextante.

A obra para adultos, uma luxuosa publicação de 344 páginas, tratava dos ingredientes e da cultura alimentar de cada região.

Agora, a autora traduz esse mesmo conteúdo para as crianças em uma coletânea de cinco livros digitais, um para cada região do nosso país.

O primeiro é “Saborzinho do Brasil – Norte”, que vai tratar das delícias da região amazônica.

A partir da história de Tupi, um garoto do Sudeste que vai conhecer a Amazônia na companhia dos pais, Alice narra, em 50 páginas, as descobertas do personagem. O texto é complementado por ilustrações de Bianca Smanio e fotos de Sergio Pagano.

Ilustração de menino deitado em cima de uma planta aquática em um lago ou rio com bichos e elementos da natureza
Ilustração do livro 'Saborzinho do Brasil – Norte', de Alice Granato - Divulgação

As últimas páginas são reservadas a um caderno de receitas, que ensina o preparo de 11 pratos doces e salgados.

Todas as receitas foram idealizadas para que pais e filhos as executem juntos. Algumas são simples, como o biscoito de castanha e a pizza de tapioca com brigadeiro, enquanto outras exigem dos pais alguma intimidade com a cozinha.

É o caso do pão chapati com pirarucu e maionese de pimenta de cheiro, criado pelo famoso chef Alex Atala. Ele é o responsável pela divulgação internacional da cozinha do Norte.

Outras receitas são assinadas por Daniela Martins, do restaurante Lá em Casa, em Belém (PA); Jérôme Dardillac, que comandou a cozinha do hotel Tropical, em Manaus (AM); e pela confeiteira Otávia Sommavila, que criou um bolo de castanha-do-pará com calda de açaí.

Mãe de dois meninos, de 7 e 4 anos, a autora conta que a maternidade a fez encarar a relação entre comida e cultura de outra forma.

“Quis que meus filhos conhecessem a cultura alimentar brasileira para que comessem melhor, aprendessem sobre nossas frutas e a procedência dos alimentos”, resume.

Antes de escrever os livros, Alice fez um laboratório no colégio dos filhos —a Escola Sá Pereira, em Botafogo, no Rio de Janeiro— e conta que o resultado foi surpreendente.

“Juntei várias crianças para mostrar o tamanho de um pirarucu e mostrei de onde vem o açaí que eles tanto gostam de tomar. Elas quiseram provar de tudo.”

Capa do livro com ilustração de animais, frutas, folhas.
Capa do livro 'Saborzinho do Brasil', de Alice Granato - Divulgação

Saborzinho do Brasil
Coleção trimestral da editora Bazar do Tempo. O primeiro é “Saborzinho do Brasil - Norte” (R$ 22), já disponível nas plataformas Amazon, Apple, Google e Kobo (R$ 22)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.