Descrição de chapéu Todo mundo lê junto

Comédias antigas são ótimas para assistir juntos no streaming

Tom Hanks, Steve Martin, John Candy e Rick Moranis são as estrelas destes clássicos disponíveis no Disney +

São Paulo

Com tantas opções de serviço de streaming disponíveis, às vezes fica difícil escolher um filme para assistir em família —que atire o primeiro controle remoto quem nunca perdeu meia hora só percorrendo o índice, com as crianças impacientes ao lado, aguardando uma decisão.

A Folhinha ajuda os pais e mães nessa tarefa, e escolhe aqui quatro filmes para assistir junto com os filhos. Três títulos têm classificação livre, e o outro é para espectadores acima dos dez anos.
Todos eles são grandes clássicos, lançados entre 1989 e 2003, e fazem parte com exclusividade do cardápio do Disney +.

Equipe de trenó no gelo, com o primeiro coupante fazendo uma careta de medo
Cena da comédia "Jamaica Abaixo de Zero" - Reprodução

JAMAICA ABAIXO DE ZERO (1993)
Classificação Livre

Um adversário tropeça na sua frente, durante uma prova eliminatória, e por causa disso o corredor Derice Bannock perde a grande chance de participar das Olimpíadas.

Só que aí ele tem uma grande ideia: e se experimentasse outra modalidade, formando uma equipe de corrida de trenó na neve?

Parece legal, a princípio. O único problema é que na Jamaica, país onde Derice mora desde que nasceu, nunca caiu um floco de neve em toda a história.

A saga de Derice e seus colegas de equipe é o tema dessa comédia inspirada em uma história real, que mostra o poder da superação e a importância de acreditar nos nossos sonhos.

O ator John Candy vive o treinador do grupo, e vai ser reconhecido pelos pequenos fãs do também clássico “Esqueceram de Mim”.

Homem olha por uma lente de aumento, o que faz seu olho ficar gigante
O ator Rick Moranis em cena do filme "Querida Encolhi as Crianças" - Divulgação

QUERIDA, ENCOLHI AS CRIANÇAS (1989)
Classificação Livre

Todo mundo já sonhou em ser minúsculo por um dia, talvez para saber como uma formiga se sente. Mas imagine se, por um acidente, durante essa experiência curiosa, você ficar minúsculo para sempre?

É isso que acontece na casa do cientista Wayne Szalinski (Rick Moranis), que acabou de inventar uma arma de raios capaz de encolher objetos.

Sem querer, os filhos dele e dois amigos acabam sendo transformados em pessoas quase invisíveis de tão pequenininhas, e que agora vão enfrentar uma série de problemas não só para tentar encontrar uma solução que os devolva ao tamanho original, mas também para garantir que sobrevivam intactos.

Isso vai incluir, por exemplo, enfrentar um escorpião e o cortador de grama no jardim.

O ator de cabelos brancos pula na piscina de bolinhas como se fosse uma criança
O ator Steve Martin em cena do filme "Doze é Demais" - Divulgação

DOZE É DEMAIS (2003)
Classificação Livre

Quantas irmãs e irmãos você tem? Acha muito? Imagine, então, fazer parte de uma família com 12 filhos, como é o caso dos Baker, nos Estados Unidos.

E a graça deste filme vem basicamente desse fato inusitado, e que foi, aliás, inspirado no livro escrito por um casal de verdade, sobre sua vida com 12 crianças dentro de casa.

Conheça o pai Tom (Steve Martin), que trabalha como treinador de um time de futebol da primeira divisão, e a mãe Kate (Bonnie Junt), uma escritora de sucesso prestes a lançar sua publicação mais recente.

A casa da família vai virar de cabeça para baixo quando Kate avisa que sua viagem de trabalho, programada para levar apenas dois dias, agora terá 15 dias de duração, e que Tom vai precisar cuidar de absolutamente tudo sozinho.

O ator olha para câmera e o cachorro olha para ele
Tom Hanks e cão em "Uma Dupla Quase Perfeita" - Divulgação

UMA DUPLA QUASE PERFEITA (1989) ​
Classificação 10 anos

Esqueça os famosos lulus da pomerânia e os pugs —o cachorro mais fofo do mundo é imenso, bochechudo e muito, mas muito babão.

Sim, a gente sabe que assim, à primeira vista, Hooch não parece nada amigável, que dirá, então, bonito.
Mas é conhecendo sua história que todo mundo acaba mudando de ideia.

Depois que o dono de Hooch morre, um investigador de polícia (Tom Hanks) fica responsável por cuidar do cachorro.

Só que Hooch, além de precisar de uma casa, foi testemunha de um crime e agora ele também vai necessitar de proteção policial.

Acontece que Hooch, como não poderia deixar de ser, é um pouco bagunceiro, e Scott, o investigador, é fanático por limpeza e organização. Como será que essa dupla vai se sair?

TODO MUNDO LÊ JUNTO

Texto com este selo é indicado para ser lido por responsáveis e educadores com a criança

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.