Descrição de chapéu Todo mundo lê junto

Cachorrinho sobrevive a desastre e sai à procura da família em peça online

'Vida de Cão - Coração de Herói' se baseia na tragédia de Mariana (MG)

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Quando uma barragem se rompeu na cidade de Mariana, em Minas Gerais, em 2015, muitas pessoas perderam suas casas e tudo que tinham. Naquele dia, uma onda gigante de lama tóxica inundou o povoado vizinho, e o desastre foi tão grande que 18 pessoas morreram.

A peça “Vida de Cão – Coração de Herói”, da Cia. Mundu Rodá, se baseia neste triste episódio da história recente para criar uma ficção para crianças, e sugerir assim que tragédias como aquela não aconteçam nunca mais.

Peça, encenada pela Cia Mundu Rodá, que fala sobre a tragédia de Mariana (2015)
Peça conta a história de um cachorrinho que se perde na tragédia da cidade de Mariana, em Minas Gerais - Ricardo Avellar/Divulgação

“Este desastre que aconteceu no município de Mariana, assim como o que aconteceu poucos anos depois na região de Brumadinho, também em Minas Gerais, é um desastre causado por humanos. Não foi um desastre natural”, explica Juliana Pardo, diretora da Mundu Rodá.

O protagonista do espetáculo é um cachorrinho que, logo no começo, se perde da sua família de humanos, por causa da onda tóxica na cidade.

Sem sinais de que um resgate vá aparecer tão cedo, o vira-latas decide embarcar em uma poltrona toda destruída, que ele chama de Titanica, e navegar pelo Rio Doce para tentar encontrar sua dona.

Pode parecer um assunto complicado de se falar, mas Juliana promete que tudo é tratado com muito respeito e poesia. A ideia, ela diz, é transmitir esperança às crianças que assistirem.

“Acreditamos que podemos sempre aprender com as histórias, mesmo elas sendo tristes. A arte é um instrumento de comunicação poderoso. Através dela, podemos alcançar lugares escondidos nos corações das pessoas”, completa Alício Amaral, ator da peça.

Em sua jornada, o cachorrinho faz vários amigos, entre eles um trem de ferro, uma peixinha, um curumim, e até mesmo uma figura muito misteriosa, de causar arrepios. Mesmo assim, garante Alício, ele não desiste nunca.

“Ele nos desafia a não ficarmos tristes, e, em vez disso, usar nosso cérebro e nossa imaginação para preparar, inovar e nos adaptar aos problemas que enfrentamos”, adianta.


VIDA DE CÃO, CORAÇÃO DE HERÓI

De Cia. Mundu Rodá. Direção Juliana Pardo. Com Alício Amaral, Amanda Martins e outros. Dias 29 e 30 de março, às 16h. Nos canais da companhia no Youtube www.youtube.com/munduroda e no Facebook www.facebook.com/munduroda. Gratuito. Tradução simultânea em libras.

TODO MUNDO LÊ JUNTO

Texto com este selo é indicado para ser lido por responsáveis e educadores com a criança

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.