Descrição de chapéu Todo mundo lê junto

Compositores clássicos viram bonecos em 'O Piano Mágico da Ju'

Juliana D'Agostini comanda programa ao lado de nomes como Beethoven e Bach

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A pianista Juliana D’Agostini é uma mulher de sorte. Por causa do seu trabalho, ela já viajou por todo o mundo, se apresentou em dezenas de países e conviveu com pessoas muito importantes. Atualmente, ela tem a chance de tocar seu instrumento ao lado de grandes músicos como Ludwig van Beethoven, Johann Sebastian Bach e Wolfgang Amadeus Mozart.

Mas como isso é possível, se todos estes mestres já morreram há muitos e muitos anos? É que agora, mais de dois séculos depois, Beethoven, Bach e Mozart, além de vários outros nomes importantes da música clássica, estão de volta, mas na forma de bonecos. Junto com Juliana, eles apresentam “O Piano Mágico da Ju”, na TV Cultura.

Alguns dos bonecos amigos que apresentam o programa com Juliana D'Agostini
Alguns dos bonecos amigos que apresentam o programa com Juliana D'Agostini - Nadja Kouchi /TV Cultura

O programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, sempre às 11h e às 16h. Ele nasceu depois de Juliana fazer concertos e oficinas em escolas públicas de São Paulo, desde 2019 –com esta experiência, Ju conviveu com mais de 20 mil crianças.

Já naquela época, as apresentações contavam com bonecos. Na TV Cultura, eles seguem nas mãos dos mesmos artistas, entre eles André Damiliano, que já participou dos programas “Cocoricó”, “Vila Sésamo” e “Que Monstro te Mordeu”.

André e seu time são os chamados bonequeiros, nome que recebe quem estuda e trabalha manipulando personagens que não são de carne e osso, mas, sim, feitos de espuma —e muita fofura.

“Os manipuladores são geniais e dão vida aos bonecos. Eles exageram coisas que conhecemos da personalidade de cada músico por meio das suas composições. O Beethoven, por exemplo, é meio bravo”, conta Juliana.

“O Mozart dá risada de tudo, Tchaikovsky chora, porque ele era mais melancólico. Bach é muito engraçado, ele ficava tirando onda com todo mundo, dá tapinha nas costas dos outros bonecos. Ravel esquece tudo. Eu falo que acho o trabalho dele muito bom, e ele pergunta ‘que trabalho?’”, lembra Ju, rindo.

A compositora brasileira Chiquinha Gonzaga, que escreveu a primeira marchinha de carnaval da história, é a boneca convidada do último episódio desta temporada de “O Piano Mágico da Ju”.

“Ela apresenta os ritmos usando um piano pequenininho no cenário. Abordamos o carnaval com toda a poesia que ele tem na sua origem”, adianta Juliana.

No programa —dirigido por Bete Rodrigues, que já comandou "O Quintal da Cultura"— todas as músicas clássicas recebem batida pop e letra. A ideia, conta Ju, é dar a elas uma versão divertida e empolgante.

Outro spoiler que Ju também compartilha é que, entre seus planos para a próxima temporada, está trazer coreografias para os episódios.

Será que, além do piano, Beethoven e seus amigos também se saem bem nos passinhos? É esperar para ver.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.