Telas exercem fascínio arriscado sobre a sociedade, diz psicóloga canadense

Susan Pinker reflete sobre impacto das tecnologias digitais

São Paulo

A psicóloga canadense Susan Pinker reflete sobre os futuros impactos das atuais tecnologias digitais.

Segundo ela, assim como nos apaixonamos pelos carros e não vimos os problemas que eles gerariam em nossa própria saúde décadas depois, as telas exercem um fascínio arriscado sobre nós.

Susan Pinker no Fronteiras do Pensamento de 2017
Susan Pinker no Fronteiras do Pensamento de 2017 - Greg Salibian/Divulgação

Susan é reconhecida por seu trabalho na área da psicologia do desenvolvimento. Com mais de 25 anos de experiência clínica e docência, sua linha de pesquisa busca entender a mente humana no contexto da evolução.

Veja mais no vídeo.

Seu primeiro livro, "O Paradoxo Sexual", lançado em 2008 e traduzido em 17 países, aborda as raízes das diferenças sexuais no mundo acadêmico e no mercado de trabalho. Em 2014, lançou "The Village Effect", em que explica como as interações sociais não são necessárias apenas para a felicidade humana, mas podem ser consideradas uma chave para a saúde, a resiliência e a longevidade.

Ela foi conferencista do Fronteiras do Pensamento em 2017.

Na temporada de 2019, o ciclo de conferência apresenta Denis Mukwege, Janna Levin, Werner Herzog, Contardo Calligaris e Luc Ferry. Já passaram pelo palco do Fronteiras do Pensamento em 2019 Graça Machel, Paul Auster e Roger Scruton. Ingressos à venda. Mais informações: fronteiras.com.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.