São Paulo, quinta-feira, 07 de outubro de 2004

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

Filho de senador é preso acusado de ato obsceno

DA AGÊNCIA FOLHA, EM FORTALEZA

Filho do senador Arthur Virgílio Neto (PSDB-AM), o deputado estadual Arthur Virgílio Bisneto (PSDB-AM) foi preso na noite de anteontem no Ceará por atos obscenos e desacato a autoridade. A prisão ocorreu no município de Eusébio (região metropolitana de Fortaleza). Ele foi solto a seguir.
O deputado, derrotado na eleição para prefeito de Manaus, foi levado à delegacia após ser apontado por testemunhas por supostamente estar mostrando suas nádegas de uma das janelas do carro onde estava com três seguranças.
Na delegacia, irritado, o deputado falou a uma das testemunhas, segundo a delegada Penélope Malveira Góes, que estava sendo confundido com alguma outra pessoa e novamente baixou as calças, perguntando se ela reconhecia suas nádegas.

Bafômetro
"Na hora, dei voz de prisão por desacato e por ato obsceno", disse a delegada. Logo após a prisão, o deputado foi levado ao Instituto Médico Legal, onde fez exame de teor alcoólico. O exame teve resultado positivo.
Foi lavrado um termo circunstancial de ocorrência, já encaminhado à Justiça. O deputado deverá se apresentar amanhã ao juiz para se explicar.
Podem ser aplicadas penas alternativas ou multa. "É uma questão praticamente resolvida e que não terá maiores complicações jurídicas", disse seu advogado, Cândido Albuquerque. A assessoria do deputado informou ontem que ele não iria falar sobre o que havia acontecido.
(KAMILA FERNANDES)

Texto Anterior: União no 2 turno não evita embaraço no PT
Próximo Texto: Em Salvador, oposição defende candidato único
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.