São Paulo, quarta-feira, 15 de setembro de 2004

Próximo Texto | Índice

PAINEL

Sem saída
No governo, avalia-se que o apelo de José Dirceu para que o Copom não eleve os juros hoje terá uma de duas conseqüências: se a taxa subir, a grita será maior do que se esperava; se não subir, dará a impressão de ingerência na política monetária.

Dúvida cruel
Se vingar a idéia governamental de ampliar a composição do Conselho Monetário Nacional, para que servirá o "Conselhão" do ministro Jaques Wagner?

Tô fora
Antes de tentar acordo com Paulo Skaf, o presidente da CUT, Luiz Marinho, propôs a idéia do "contrato social" a Armando Monteiro Neto, presidente da CNI. Ouviu que é um absurdo falar nessa ferramenta com a retomada da economia.

Para depois
Guido Mantega bem que tentou discutir as emendas da oposição às Parcerias Público-Privadas em reunião com líderes do Senado. Não havia clima. Mas haverá audiências públicas entre o 1 e o 2 turno das eleições. A votação seria em novembro.

Espírito CFJ
O Itamaraty omitiu de seu clipping de notícias reportagem pouco simpática ao curso de reciclagem a que o secretário-geral, Samuel Guimarães, submete diplomatas candidatos a postos.

Correio eletrônico
Olívio Dutra quer reaproximar Lula de José Saramago, que se diz decepcionado com o petista. Ao encontrar o escritor em Barcelona, sugeriu que ele troque e-mails com o presidente.

Pelo ralo
Enquanto a Presidência está adquirindo 800 computadores à Novadata, do amigo de Lula Mauro Dutra, por R$ 3,36 mil cada, no ano passado a Câmara do DF alugou 200 micros da CTIS, por mais de R$ 16 mil cada, para uso durante dois anos.

Faroeste paulistano 1
Com artilharia pesada contra José Serra, os mais recentes comerciais da campanha de Marta Suplicy não deixam dúvida: o PT decidiu apostar alto na chamada "campanha negativa".

Faroeste paulistano 2
De Ítalo Cardoso, presidente do PT paulistano, sobre a acusação tucana de que Marta loteou a administração municipal: "Quem entende de loteamento é Serra e Pitta, que deram bons cargos a Gilberto Kassab".

Empresa de demolição
Do senador tucano Sérgio Guerra (CE), a respeito do jantar de Lula com Antonio Carlos Magalhães e outros senadores: "Para desarmar o discurso eleitoral do PT na Bahia, ACM desarmou o discurso do PFL em todo o país. Haja malvadeza!".

Testa marcada
Além de tocar o processo de expulsão de ACM, Jorge Bornhausen quer abrir o saco de maldades após as eleições e intervir nos diretórios da Bahia, Maranhão e Tocantins, que deram quórum para o jantar de Lula com a oposição light.

Sem tela
Água fria no novo partido que ACM estaria articulando: os tempos de TV para 2006 já estão rateados entre as siglas. Quem chegar agora partirá do zero.

Operação resgate
Agnelo Queiróz pediu de volta R$ 120 mil que o Ministério dos Esportes havia mandado a Pinheiral (RJ) no período eleitoral. Ao Ministério Público, onde o PFL ingressara com ação, alegou que a transferência ocorreu por erro operacional da Caixa.

Visita à Folha
Maria José Americano, presidente do Instituto Nacional de Prevenção às LER/DORT, visitou ontem a Folha.

TIROTEIO

Da candidata à prefeitura paulistana Luiza Erundina, com 4% das intenções de voto no Datafolha, sobre informações de que a cúpula de seu PSB já estaria negociando o apoio a Marta Suplicy (PT) no segundo turno:
-Só discuto esse assunto depois do primeiro turno. É bom lembrar de 1988, quando minha candidatura deslanchou nos últimos dias de campanha.

CONTRAPONTO

Compromisso de campanha

A decolagem da candidatura de Lindberg Farias a prefeito de Nova Iguaçu (RJ) causou alvoroço no PT. Na semana passada, diversas estrelas do partido desembarcaram na cidade para uma caminhada com o candidato, que está em primeiro lugar nas intenções de voto.
O deputado Chico Alencar, da esquerda do PT, demorou para entrar no clima da campanha, de tietagem explícita ao jovem e bem-apessoado Farias.
Alencar teve de aprender que a expressão "frente", gritada por militantes, não se referia à frente de partidos. Era sugestão para o candidato "ficar de frente". E se surpreendeu quando um grupo de mulheres começou a gritar:
-Tem aliança, tem aliança?
O deputado já começava a explicar a estranha união PT-PFL na cidade quando se deu conta de que as adolescentes queriam, na realidade, saber se o deputado é casado. Ele está solteiro.


Próximo Texto: Lula atrai ACM para o poder, e PFL o ameaça com expulsão
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.