São Paulo, domingo, 17 de setembro de 2006

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

ELEIÇÕES 2006 / SANGUESSUGAS

Em vídeo de dossiê, Serra elogia bancada de MT por emendas

Tucano aparece em evento de entrega de ambulâncias, em 2001, com deputados que hoje são acusados de integrar máfia dos sanguessugas

Pedro Henry, Ricarte de Freitas e Lino Rossi, todos envolvidos em escândalo, estavam na solenidade, assim como dono Planam

HUDSON CORRÊA
DA AGÊNCIA FOLHA, EM CUIABÁ (MT)

Um DVD de 23 minutos e 44 segundos é a peça principal do dossiê contra José Serra (PSDB) que Luiz Antonio Vedoin, 31, chefe da máfia dos sanguessugas, tentou vender ao petista Valdebran Padilha Silva. Com imagens editadas, o DVD mostra Serra em um evento no mês de maio de 2001, em Cuiabá (MT), no qual foram entregues a prefeituras de Mato Grosso 41 ambulâncias fornecidas por empresas envolvidas na máfia dos sanguessugas.
Na época, Serra era ministro da Saúde. As ambulâncias haviam sido compradas com dinheiro do ministério. Numa cena, Serra -acompanhado dos deputados Pedro Henry (PP-MT) e Ricarte de Freitas (PTB-MS), acusados de pertencer à máfia dos sanguessugas- entra num ônibus de atendimento que estava sendo entregue.
Dante de Oliveira, então governador, pergunta: "Foi empresa daqui [que adaptou o ônibus]?". Henry responde: "Sim, e todas as ambulâncias também". Serra diz "gostei" sobre o ônibus. Atrás dele, o então prefeito de Cuiabá, Roberto França, diz: "[O responsável] É o famoso Darci [Vedoin, pai de Luiz Antônio]".
Darci aparece pelo menos quatro vezes no início do DVD ao lado do filho Luiz Antonio e orientando os motoristas na manobra das ambulâncias. Não há imagem dele ao lado de Serra. Na solenidade subiram ao palco Serra, Henry, Ricarte e o deputado Lino Rossi (PP-MT), apontado como campeão no recebimento de propina pela máfia dos sanguessugas. Na época, os três eram do PSDB.
O DVD mostra uma pequena parte do discurso de Serra e uma entrevista para repórteres. "É a primeira vez que vejo uma bancada de deputados fazer isso no Brasil, porque são investimentos relativamente modestos e que têm produtividade muito alta e atinge muitos municípios", diz o ex-ministro.
Rossi, Henry e Ricarte são entrevistados: "Eu estou patrocinando R$ 6 milhões de emendas para o Orçamento deste ano. Todos os deputados do PSDB estão no Orçamento patrocinando emendas para isso", diz Rossi. No final aparece a legenda "TV Vídeo Productions".
Integram o dossiê ainda um vídeo que conteria as imagens da solenidade, sem edição, e seis fotografias -quatro delas de Serra no mesmo evento e duas de Geraldo Alckmin cumprimentando uma pessoa que, segundo a PF, é Sinomar Martins, ligado a Vedoin. Segundo representantes da campanha de Alckmin, a imagem é do então governador de São Paulo no 48 Congresso Estadual de Municípios, em 2004.


Texto Anterior: Mercadante diz repudiar a ação contra adversário
Próximo Texto: Na TV, programa de Alckmin comenta prisão de petista e pede "não à baixaria'
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.