São Paulo, quarta-feira, 19 de maio de 2004

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

OUTRO LADO

Evento não pediu voto, diz assessor de pré-candidato

DA AGÊNCIA FOLHA, EM CAMPO GRANDE

A assessoria do governador José Orcírio Miranda do Santos, o Zeca do PT, afirmou às 17h30 (horário de Brasília) que o secretário da Coordenação Geral de Governo, Paulo Duarte, falaria sobre as reuniões com os beneficiários de programas sociais, que terminaram em discursos de políticos. Até o fechamento desta edição, ele não havia telefonado. A reportagem também deixou recado com a secretária dele.
O site oficial do governo informa que até "1 de junho o governador vai editar decreto disciplinando o comportamento de agentes públicos e gestores de programas sociais do governo durante a campanha eleitoral".
O coordenador de comunicação de Vander Loubet, pré-candidato do PT à Prefeitura de Campo Grande, Ronaldo Franco, disse que a reunião com beneficiários dos programas sociais não é campanha eleitoral. "Não foi pedido voto", alegou.
Franco afirmou ainda que os programas sociais serão uma das "bandeiras de campanha" de Vander. Segundo o assessor, o deputado federal participou da reunião por ter sido o "idealizador" do fundo. (HC)

Texto Anterior: Eleições 2004: Zeca do PT usa projeto social para divulgar pré-candidato
Próximo Texto: Inteligência: Diretora da Abin deixa o cargo depois de 3 anos
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.