São Paulo, sexta-feira, 02 de setembro de 2005

Próximo Texto | Índice

MERCADO ABERTO

Ex-sócio pode reassumir a Bombril

A Justiça deve marcar para o começo do ano que vem o leilão para a venda do controle acionário da Bombril. São grandes as chances de o antigo controlador, Ronaldo Sampaio Ferreira, retornar ao comando da empresa que vendeu em 1995 para o italiano Sergio Cragnotti. As informações são do diretor-presidente da Bombril, José Edson Bacellar Júnior, nomeado pela Justiça, que, desde 2003, intervém na companhia.
O Judiciário determinou em julho do ano passado que o controle acionário da Bombril seja vendido para pagar dívidas, que chegam perto de R$ 1 bilhão, entre honorários advocatícios, custos do processo, dívidas tributárias e com Ronaldo Sampaio.
Nos próximos dias, a empresa contratada para calcular o valor das ações da companhia entrega seu relatório à Justiça, que, então, poderá marcar o leilão. Possivelmente, o valor estipulado será questionado pelas partes interessadas. Bacellar, porém, acredita na realização do leilão até março.
Até o momento, segundo ele, ninguém demonstrou interesse em comprar a Bombril. "Nem banco de investimento, nem fundos de pensão, nem investidores de risco. Há grandes chances de o Ronaldo Sampaio ficar com as ações. O problema é que a empresa só deve conseguir distribuir lucro aos acionistas entre três e cinco anos."
Para ele, os investidores ainda têm muitas dúvidas sobre o futuro da empresa, que, além das dívidas, tem uma disputa com a Receita Federal sobre uma multa de R$ 1,2 bilhão por remessas ao exterior em 1998 e 1999.
Para desfazer essa impressão, a Bombril contratou o ex-banqueiro Manuel Francisco Pires da Costa, da Fundação Bienal, para assumir a diretoria de relações com investidores. "É uma empresa com problemas, mas que já consegue ter bons resultados. Acredito que possa, em pouco tempo, voltar a ser o que era antes da crise", diz Pires da Costa.

APOSTA GRÁFICA
A Abimaq (máquinas) levará empresas do segmento gráfico para participar, em Chicago, entre os dias 9 e 15 deste mês, de uma feira nos EUA. O país é o principal destino para as vendas externas do setor. No ano passado, o segmento exportou US$ 89,6 milhões. Só os Estados Unidos foram responsáveis por US$ 28,6 milhões. A participação brasileira terá o apoio da Apex.

FUMAÇA BRANCA
Depois de nove meses de negociações, deverá ser anunciada neste mês a joint venture do Goldman Sachs com o Pactual. O Goldman deve ficar com 40% a 45% do Pactual. A saída de Ricardo Lacerda da presidência do Goldman Sachs no Brasil não deve atrapalhar o processo.

MAIS AMENO
Já está em fase final de preparativos a próxima grande viagem internacional do presidente Lula. O destino será a Rússia, em outubro, bem afastada do calor de Brasília.

CONTA ERRADA
O conselheiro da Abit (indústria têxtil) Alfredo Emílio Bonduki disse durante seminário sobre propriedade intelectual, em São Paulo, que os chineses declararam a exportação de 25 mil toneladas de fibras têxteis para o Brasil. Já a Receita Federal diz que só 5.000 toneladas entraram legalmente no país. A Abit também desconfia da entrada de roupas confeccionadas.

VISITA
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso visita hoje as obras do novo complexo agroindustrial da Perdigão, em Mineiros (GO), a convite do governador Marconi Perillo. FHC dá palestra no Clube dos Diretores Lojistas. O complexo terá investimentos de R$ 510 milhões.

VENDAS FRIAS
O calor tem incomodado os atacadistas de tecidos. Levantamento do sindicato do comércio atacadista de tecidos de São Paulo aponta queda de 22% em agosto em relação a julho.

HORA CERTA
A marca de relógios Timex inicia no fim de semana sua primeira campanha publicitária no Brasil desde que sua operação no país foi adquirida pela Dumont Saab, em junho. A campanha, criada pela agência Fallon, prevê seis anúncios diferentes da nova coleção da marca americana, em 23 revistas, e vai até dezembro. Abrange ainda material nas lojas, como banners e catálogos, entre outros. "Esse investimento de marketing de US$ 750 mil é parte da estratégia de consolidação da marca no país. Atualmente, os relógios da Timex são comercializados em 1.500 pontos-de-vendas. Esse número deve subir para 4.000 nos próximos anos", diz Ronaldo Toporcov, diretor da Dumond Saab do Brasil. Ele diz que a expectativa é chegar até 2007 a 320 mil unidades vendidas por ano, uma alta de 60%.

APOSTA REAL
Uma das estrelas do remake do filme "Onze Homens e um Segredo" (2001), que tem como pano de fundo os cassinos de Las Vegas, o ator americano George Clooney é um dos investidores de um megaempreendimento de US$ 3 bilhões na cidade americana. O resort Las Ramblas começará a ser construído em 2006 e deve ser erguido ao longo de cinco anos. Segundo Clooney, será uma "mistura elegante da antiga Las Vegas com a antiga Hollywood".


Próximo Texto: País exporta e importa mais e já revê metas
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.