São Paulo, quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

INFLAÇÃO

Preços no atacado nos EUA ficam acima do esperado

DA REDAÇÃO

O PPI, o índice de inflação ao produtor nos Estados Unidos, diminuiu no último mês do ano passado, mas ainda deve ser tema de preocupação para o Federal Reserve (Fed, o BC americano). Segundo o livro bege, a compilação de dados do Fed, os preços e a atividade econômica se expandiram moderadamente em dezembro e no início deste ano.
A inflação ao produtor subiu 0,9% em dezembro, a segunda maior marca de 2006. O resultado foi maior do o esperado por analistas, que acreditavam em uma alta de 0,6%. Ele só é menor que o de novembro, que ficou em 2% -a maior alta em 32 anos. Em outubro, o índice teve queda de 1,6%. A inflação anual ficou em 1,1%.
O núcleo da inflação, que exclui itens mais voláteis, como alimentos e energia, cresceu 0,2%, o mesmo número que era aguardado por analistas. No mês anterior, ele tinha subido 1,3%.
A nova elevação eleva o temor de que o Fed possa subir mais uma vez a taxa de juros, atualmente em 5,25%. Porém, há alguns economistas que dizem acreditar que a taxa de inflação de dezembro não deverá mudar a política de juros da instituição.
Geralmente, na hora de aferir a inflação, o Fed dá mais importância ao CPI (inflação ao consumidor), que será divulgado hoje.
A produção industrial cresceu 0,4% em dezembro.


Texto Anterior: Aviação 3: Boeing ultrapassa Airbus em pedidos pela 1 vez em 6 anos
Próximo Texto: Risco-país vai a 186 pontos, menor nível da história
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.