São Paulo, quinta-feira, 27 de maio de 2010

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

FOCO

Vitorioso de repente, alemão se rende a Federer na véspera

Guillaume Horcajuelo/Efe
Julian Reister, próximo rival de Federer, rebate, ontem, em sua segunda vitória em Paris

ENVIADO A PARIS

Roger Federer se tornará o décimo tenista a acumular 700 vitórias na Era Aberta (desde 1968) em seu próximo jogo em Roland Garros.
Quem afirma isso é o rival do suíço na terceira rodada do Grand Slam francês, o alemão Julian Reister, 24.
"Não penso em vencer o Roger", disse Reister, ao ser indagado pela Folha se era capaz de bater o número um. "Ele é o melhor do mundo."
Enquanto o suíço busca seu 700º triunfo, Reister, 165º do ranking, tenta o terceiro.
Antes da atual edição de Roland Garros, ele nunca vencera um jogo em torneio de primeira linha da ATP, onde tinha jogado três vezes.
E como explicar a atuação em Paris? "É incrível, é inacreditável. Venci três partidas no qualifying e mais duas na chave principal."
Reister disse não saber como explicar a falta de vitórias fora dos futures e challengers (torneios de segunda classe no circuito). "Sempre jogava bem, mas as vitórias não aconteciam", falou o atleta de Hamburgo, que começou a jogar com cinco anos.
Foi em sua cidade que o alemão diz ter treinado com Federer uma vez. "Foram só uns 45 minutos, uma hora."
Em Roland Garros, ele bateu na primeira rodada Feliciano Lopez (ESP), cabeça de chave 27, e, ontem, Olivier Rochus (BEL), 61º do mundo.
Após a quinta vitória, foi bastante procurado pelos jornalistas alemães, ávidos por informações dele. Reister até fez imagens em uma das alamedas de Roland Garros para emissora de TV, coisa rara.
Curiosas olhavam quem estava sendo entrevistado, mas, sem reconhecer o alemão de 1,91 m, seguiam em frente. Reister só deu um autógrafo, para fã que disse ter visto o jogo dele. "Você é alemão, né?" Ele respondeu, sorriu e saiu andando. (FI)

Texto Anterior: Bellucci joga em Paris por fim de jejum
Próximo Texto: Chuva atrapalha jogos
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.