São Paulo, quinta-feira, 26 de outubro de 2006

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

JOSÉ SIMÃO

Ueba! Geraldo privatiza a privada!

E aí o réu-eleito Lula, acordou com a dúvida: como ele vai passar a faixa pra ele mesmo?

BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Direto do País do Pleito Caído! E três dias após a corrida o Rubinho continua traumatizado: mudou para uma escuderia chamada BAR e nem assim conseguiu tomar champanhe! E a Fórmula 1 explica as pesquisas: um cara de língua plesa ganha a corrida, o ALULOnso é o campeão e o Chuchumacker chega em segundo!
Datapadaria informa: se o Lula subir mais um pouco vai furar a camada de ozônio! E aí o réu-eleito, ops, Lula, acordou com uma grande dúvida: como ele vai passar a faixa pra ele mesmo? Que burro! É só trocar de braço. Muda de lado! Rarará! Faixa-bambolê! E eu já falei: o Lula é como o Corinthians, o povo gosta mesmo apanhando!
E debate agora mudou o nome pra REBATE! REBATE 2006! Um acusa e o outro rebate. E o daimonzip disse que no debate da Record apareceu o Roberto Sustus."Alckmin, você está demitido!" Rarará! E na Inglaterra venderam um banheiro público. Comentário da rapadura do humor: privatizaram a privada. O Geraldo faz escola! Geraldo privatiza a privada! Rarará! E diz que pra ser ministro do Lula em vez de currículo, manda dossiê!
E o Gelaldo Picolé de Chuchu? Ficou chupando o dedo! Picolé de chuchu chupa o dedo! Aliás, ele devia ter feito o slogan: "Chega de chupar o dedo, chupe picolé de chuchu". E diz que o Geraldo com aquela cara de santo vai acabar sendo tucanonizado.
Rarará!
E mais uma bomba sobre o Lula, mais um escândalo: ele é uma mulher barbuda e feia que fugiu do circo! E o Geraldo saiu no NY Times: chuchu popsicle. Internacionalizou o chuchu! Rarará.
É mole? É mole, mas sobe. Ou como diz aquele outro: é mole, mas, se provocar, ressuscita!
Antitucanês Reloaded, a Missão. Continuo com a minha vulcânica e mesopotâmica campanha "Morte ao Tucanês". Acabo de receber mais um exemplo irado de antitucanês. É que em Nova York tem um restaurante chinês delivery chamado PicaPica. Como diz uma amiga minha: gostei dos dois. Rarará. Mais direto impossível. Viva o antitucanês. Viva o Brasil.
E atenção! Cartilha do Lula. Mais um verbete pro óbvio lulante. Hoje não tem porque o Lula não sabe! Rarará! O lulês é mais fácil que o inglês. Nóis sofre, mas nóis goza. Hoje só amanhã.
Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!
Chega de pleito!
Queremos blunda!


simao@uol.com.br

Texto Anterior: Filmes
Próximo Texto: Outro Canal - Daniel Castro: Record ameaça disputar Copa com a Globo
Índice


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.