São Paulo, quarta-feira, 28 de janeiro de 2004

Texto Anterior | Índice

ILUSTRADA

Marcelo D2 contesta processo por levar filho a show no Hip Hop Manifesta
Em comunicado assinado por seu empresário, o rapper Marcelo D2, 35, contestou ontem o processo administrativo aberto contra ele pelo juiz Siro Darlan, da 1 Vara da Infância e da Adolescência do Rio de Janeiro.
No texto, o empresário Marcelo Lobatto critica a ausência do juiz no show do Hip Hop Manifesta, no início do mês, de que participou o filho de D2, que teria sido exposto pelo pai a apologia de drogas. E insinua que o processo teria ligação com um pedido do filho do juiz, Renato Darlan, para que D2 apoiasse sua candidatura a vereador. Darlan responde: "Meu filho é um homem público que acaba de lançar sua candidatura. Esse cidadão (Lobatto) foi quem o procurou para que intermediasse um encontro comigo". Darlan afirma que nunca se referiu a apologia de drogas, tema que diz não ser de sua competência. (PEDRO ALEXANDRE SANCHES)


Texto Anterior: Cinema: Framboesa de Ouro indica piores do ano
Índice


Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.