São Paulo, segunda-feira, 12 de fevereiro de 2001

Texto Anterior | Próximo Texto | Índice

Paineiras tem ar puro e água fresca

DA REDAÇÃO

Região que nos fins-de-semana e feriados vira exclusividade de joggers, ciclistas e caminhantes diversos, os mais de quatro quilômetros da estrada do Redentor, continuação da estrada das Paineiras, no Parque Nacional da Tijuca, é uma opção de passeio com direito a muito ar puro no Rio de Janeiro.
No caminho das Paineiras, há bancos para descansar e locais para fazer um pouco de ginástica.
Com uma área de mais de 3.300 hectares, a Tijuca é a maior floresta urbana do mundo.
A mata quase desapareceu com o desenvolvimento da cidade, mas isso não aconteceu porque dom Pedro 2 ordenou seu reflorestamento na segunda metade do século 19.
Foram plantadas espécies da mata atlântica, como ipês, jequitibás, jacarandás e sapucaias.
O parque da Tijuca foi declarado Reserva da Biosfera pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) em 1991.
Para chegar à estrada das Paineiras, entra-se na floresta pelo bairro do Cosme Velho e pega-se a ladeira dos Guararapes.


Texto Anterior: MAC equilibra-se sobre o mar de Niterói
Próximo Texto: França gótica: Chartres é Idade Média em pedra e vidro
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.