São Paulo, domingo, 22 de outubro de 2006

Próximo Texto | Índice

Brasil na crista da onda

Mostra ganha importância, e 4 maiores fábricas apresentam conceitos criados no país

JOSÉ AUGUSTO AMORIM
EDITOR-ASSISTENTE DE VEÍCULOS
FABIANO SEVERO
DA REPORTAGEM LOCAL

Começou, na quinta-feira, a nona edição do Salão de Santiago. Mas ninguém se preocupou muito: no mesmo dia, começou o 24 Salão de São Paulo, o mais importante da América Latina. Além das supermáquinas, como o Ferrari 599 GTB Fiorano e o Lamborghini Gallardo, as quatro maiores fábricas brasileiras surpreenderam e mostraram conceitos criados aqui.
"A General Motors escolheu oito salões para destacar suas novas tecnologias, e o de São Paulo é um deles", diz o vice-presidente de design mundial, Ed Welburn. A filial local é, hoje, a responsável pelo desenvolvimento de picapes e utilitários esportivos médios -e o resultado é o Chevrolet Prisma Y. "A GM voltou a ser uma companhia guiada pelo design."
O conceito -baseado no sedã do Celta- é a aposta para combater o Ford EcoSport. Mas sua produção depende da aprovação do público que visitar o estande e do consentimento orçamentário da matriz. A linha de Gravataí (RS) só deve produzi-lo em 2009. "Pessoalmente, eu gostaria que ele fosse feito", confessa o presidente da GM do Brasil, Ray Young.
Young lembra que o desenho do Chevrolet Captiva -fabricado na Coréia do Sul e vendido na Europa- é uma criação brasileira. Mas ele desconversa se esse é o substituto do Blazer: "Só temos como importar com acordos de livre comércio".
Outra surpresa foi o Fiat Concept Car Adventure. Também chamado de FCC, o carro é um resumo de como a marca enxerga as tendências dos carros fora-de-estrada: linhas robustas e vincadas, pára-choques agressivos e estepe na tampa do porta-malas. O Palio Adventure guarda o pneu sobressalente sob o assoalho, enquanto, na nova Idea Adventure, ele já está do lado de fora.
"A linha Adventure é uma das mais bem-sucedidas da Fiat e, com o FCC, continuará a ditar moda e a influenciar todo o segmento "off-road light'", afirma Lélio Ramos, diretor comercial da Fiat. Desenvolvido no centro de estilo da Fiat em Betim (MG), o FCC usa o motor 2.4 16V de 167 cavalos do Stilo Abarth, além de ter tração dianteira e diferencial blocado.
A Ford -que recuperou suas vendas depois de criar uma linha específica ao público brasileiro- revelou o Fiesta Trail Concept. Ele não será produzido para não tirar vendas do EcoSport, mas indica as linhas do Fiesta reestilizado, que chega antes de março de 2007. A parte mecânica foi mantida.

Mais uma
A Volkswagen também embarcou na moda dos carros com aparência fora-de-estrada e trouxe a SpaceFox Crossover. Ainda um conceito, ela está no salão para receber sugestões dos clientes, que podem criticar a ausência do estepe para fora do porta-malas ou elogiar o acabamento em couro.
Para ver todas essas novidades -e os 500 carros expostos-, é preciso ir ao Anhembi até o próximo domingo. Coincidência ou não, é no dia 29 que acaba o Salão de Santiago.


Próximo Texto: Fábricas definem chamarizes com um ano de antecedência
Índice



Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.