Autor de '13 Reasons Why', Jay Asher é expulso de organização por assédio

Jay Asher, autor do livro "Thirteen Reasons Why", em cena do documentário "13 Reasons Why: Beyond the Reasons"
Jay Asher, autor do livro "Thirteen Reasons Why", em cena do documentário "13 Reasons Why: Beyond the Reasons" - IMDB/Reprodução
São Paulo

O escritor Jay Asher, autor do best-seller Thirteen Reasons Why (Os Treze Porquês), que deu origem à série homônima do Netflix, e o ilustrador David Diaz foram expulsos de uma organização de escritores e ilustradores de livros infantis após serem acusados de assédio sexual.

O diretor executivo da SCBWI (Society of Children's Book Writers and Illustrators), Lin Oliver, disse à Associated Press nesta segunda (12) que os dois violaram o código sobre assédio organização.

Ele foi banido no último ano, mas a notícia só veio à tona agora, após o crescimento do movimento #MeToo, que combate o assédio. O premiado ilustrador David Diaz também foi expulso da organização.

Acusações contra ambos foram investigadas e, como resultado, eles não são mais membros da SCBWI, nem vão aparecer em eventos futuros da organização, afirmou Oliver à agência de notícias, por meio de e-mail.

Asher é conhecido também pelo livro The Future of Us. Diaz venceu a medalha Caldecott pelas ilustrações do livro Smoky Night, de 1994.

Os editores de Asher e Diaz não comentaram a notícia. Na segunda, ao site BuzzFeed News, Asher alegou que deixou voluntariamente a organização e que se sentia traído. É assustador saber que as pessoas não vão acreditar em você, disse.

Associated Press
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.