Descrição de chapéu Opinião

TAG Experiências Literárias se expande para os best-sellers

São Paulo

A TAG Experiências Literárias, serviço de assinaturas de livros, prepara a criação de um mais um clube literário, o TAG Inéditos.

Antes dedicada somente à literatura menos comercial, a empresa criará uma modalidade voltada para um público mais amplo, focada em best-sellers inéditos no país e com assinatura mais barata (R$ 39,90 contra R$ 69,90).

O clube original é uma das iniciativas que surpreenderam o mercado editorial nos últimos anos, chegando rapidamente aos 25 mil assinantes e servindo como canal de vendas para obras literárias cujas tiragens modestas poderiam demorar anos para esgotar.

A ideia do clube de inéditos é que editoras antecipem para os assinantes os best-sellers que só seriam lançados meses depois mas os sócios admitem a possibilidade de comprarem direitos no mercado internacional e fazerem edições próprias.

Com a nova modalidade, pensada para o público mais jovem, de menor poder aquisitivo e com outra formação literária, a meta é dobrar a base de assinantes até o fim do ano. O público da TAG tem cerca de 35 anos, é de classe alta e com formação universitária.

Imagem do planeta vermelho em ‘A Caminho de Marte’ (Sextante), livro do físico Ivair Gotijo, que lidera na Nasa a operação do robô Curiosity
Imagem do planeta vermelho em ‘A Caminho de Marte’ (Sextante), livro do físico Ivair Gotijo, que lidera na Nasa a operação do robô Curiosity - Divulgação

Cor de rosa-choque A Planeta publica ainda neste semestre The Power, de Naomi Alderman, pupila de Margaret Atwood. O livro, feminista, tem semelhanças com "O  Conto da Aia", de sua mentora. A obra mostra uma distopia em que meninas descobrem que seus corpos podem produzir descargas elétricas, o que muda rapidamente a estrutura da civilização.

Números O Observatório do Livro e da Leitura divulga, em breve, uma pesquisa com 267 professores e bibliotecários de todos os estados do país. O levantamento mostra que a ficção (romance, contos, crônicas e poesia) está entre as leituras prediletas desses profissionais, já as de aperfeiçoamento ficam sexto lugar.

Números 2 A pesquisa mostra também que 48% desses profissionais admitem piratear livros da internet. Porém, a pirataria não os faz deixar de comprar obras por meios oficiais: 83% dizem comprar livros em livrarias, e 73% dizem fazê-lo pela internet. Os números somam mais de 100% porque os entrevistados podiam marcar mais de uma opção, quando questionados sobre como era seu acesso à leitura.

Tanto mar Em maio, a Casa da Moeda/Imprensa Nacional portuguesa lança a poesia completa de Antonio Carlos Secchin, acrescida de fortuna crítica. Na véspera do lançamento, Secchin também tomará posse como sócio-correspondente da Academia de Ciências de Lisboa.

Maurício Meireles

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.