Descrição de chapéu leonardo dicaprio

Brad Pitt e Leonardo DiCaprio estrelam novo filme de Tarantino

Produção sobre crimes de Charles Manson deve ser lançada em 2019

Brad Pitt e Leonardo DiCaprio serão os protagonistas do longa de Quentin Tarantino
Brad Pitt e Leonardo DiCaprio serão os protagonistas do longa de Quentin Tarantino - Fotomontagem

 
São Paulo

Leonardo DiCaprio e Brad Pitt estarão entre as estrelas do próximo filme de Quentin Tarantino. "Once Upon a Time in Hollywood" ("Era uma Vez em Hollywood", em tradução literal) foi confirmado pela Sony Pictures na quarta (28) e deve tratar dos assassinatos de Charles Manson

Em entrevista ao Hollywood Reporter, o cineasta descreve o longa como "uma história que se passa em 1969, no auge da Hollywood hippie".

"Os dois protagonistas são Rick Dalton [DiCaprio], uma antiga estrela de westerns na TV, e seu dublê Cliff Booth [Brad Pitt]. Os dois têm problemas para triunfar em uma Hollywood que eles não reconhecem mais. Porém, Rick tem uma vizinha muito famosa, Sharon Tate", comenta Tarantino. 

Tate, atriz e modelo americana, era também mulher do diretor Roman Polanski. Aos 26 anos e grávida de oito meses, ela foi assassinada por Charles Manson em 9 de agosto de 1969 —"Once Upon a Time in Hollywood" está previsto para estrear exatamente 50 anos depois. 

"Eu trabalhei neste roteiro durante cinco anos e vivi no condado de Los Angeles a maior parte da minha vida, incluindo 1969, quando tinha sete anos. Estou muito emocionado de contar essa história de uma Los Angeles e de uma Hollywood que já não existem. E eu não poderia estar mais feliz com a dinâmica do time de DiCaprio e Pitt como Rick e Cliff", acrescentou o diretor.

Charles Manson foi um assassino em série condenado à morte em 1971 —sentença depois alterada para a prisão perpétua– por ordenar os massacres que resultaram em sete mortes. Ele comandava uma espécie de culto que ficou conhecido como Família Manson. Manson morreu em novembro de 2017, aos 83 anos, de causas naturais. 

Tarantino e DiCaprio já trabalharam juntos em "Django Livre", lançado em 2012 e indicado a cinco categorias do Oscar, ganhando o de melhor roteiro original e melhor ator coadjuvante (Christoph Waltz).

Brad Pitt foi dirigido por Tarantino em "Bastardos Inglórios", em 2009. O longa arrecadou cerca de US$ 313 milhões no mundo e teve oito indicações ao Oscar e também ganhou o de coadjuvante, com o mesmo Waltz.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.