Descrição de chapéu música

Músico usa inteligência artificial para compor trilhas personalizadas

Pierre Barreau diz ter se inspirado no filme 'Her' para criar de acordo com histórias e personalidades

Amanda Nogueira
São Paulo

Utilizando recursos de inteligência artificial, o músico e cientista da computação Pierre Barreau cria trilhas sonoras personalizadas, que traduzem histórias pessoais ou personalidades.

Em sua palestra na conferência TED, nesta quinta (12), Barreau diz ter se inspirado em "Ela", filme de Spike Jonze, para criar Aiva, um sistema que aprendeu a compor após ser alimentado com cerca de 30 mil partituras.

A ficção científica se passa num futuro próximo e narra a história de um escritor solitário que se apaixona por um sistema operacional desenvolvido para atender a suas necessidades.

O sistema tem voz, personalidade e nome de uma mulher, Samantha, além de consciência suficiente para compreender que não pode aparecer em fotografias. Portanto, ela compõe trilhas que representam momentos, o que ela chama de fotografias musicais.

"Quando assisti a ‘Her’, falei a mim mesmo que música personalizada seria a próxima grande mudança em como consumimos e criamos música", disse Barreau. "Como músico e engenheiro, crescido em uma família de artistas, achei que essa ideia de fotografias musicais era muito poderosa."

Aiva, diz ele, busca padrões nas amostras musicais que lhe são concedidas e tenta deduzir que notas viriam a seguir em cada faixa. A partir daí, cria composições originais. "De certa forma é como nós, humanos, também compomos música."

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.