Pontual, Paulo Miklos canta músicas próprias e hits dos Titãs

Entre as inéditas, parcerias com BaianaSystem e Erasmo Carlos

Eduardo Moura
São Paulo

Tocando músicas da carreira solo e hits dos Titãs, Paulo Miklos se apresentou na Chácara do Jockey.

Mais vazio, mas não menos animado, do que o show anterior, do rapper Projota, o ex-titã atraiu público de todas as idades.

Miklos abriu o show com “A Lei desse Troço”. Das músicas dos Titãs, tocou “Flores”, “Pra Dizer Adeus”, “É Preciso Saber Viver” e finalizou com “Bichos Escrotos”.

“Vigia” é fruto de parceria com o BaianaSystem, e “País elétrico” de parceria com Erasmo Carlos. Ambas também estavam na setlist.

Algumas das músicas tocadas também tiveram interpretação em libras.

“A Gente Mora no Agora” é o mais recente álbum de estúdio do músico.

Paulo Miklos abandonou o posto de vocalista dos Titãs em 2016, após 34 anos com a banda, mas sua carreira solo se iniciou em 1994, com disco que leva seu próprio nome.

Como ator, participou de "É Proibido Fumar" (2009) de Anna Muylaert e "Boleiros 2" (2006), de Ugo Giorgetti.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.