Alice Braga e Carlinhos Brown são convidados pela Academia do Oscar

Entidade, responsável pelo maior prêmio do cinema, anunciou 928 novos membros

São Paulo

Os brasileiros Carlinhos Brown, Alice Braga, Vânia Catani e Maria Augusta Ramos, além de J. K. Rowling, Timothée Chalamet e Ruben Östlund estão entre os 928 novos nomes convidados a integrar a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, responsável pela premiação do Oscar. 

O anúncio do convite foi publicado nesta segunda (25).

A atriz Alice Braga em pré-estreia do longa 'Amores Urbanos', de Vera Egito, em São Paulo
A atriz Alice Braga em pré-estreia do longa 'Amores Urbanos', de Vera Egito, em São Paulo - Bruno Poletti/Folhapress

O número de convites, que envolve profissionais de 59 países, é um recorde. Caso aceitem, cada um terá direito a votar em categorias específicas para a premiação do cinema.

Alice Braga, por exemplo, que atuou no filme "Cidade de Deus", votará nos prêmios de melhor ator, atriz, ator coadjuvante e atriz coadjuvante, além de melhor filme.

Já Carlinhos Brown foi selecionado no ramo música, o que significa que, além de votar em melhor filme, também escolherá seus favoritos nas categorias de melhor canção original e trilha sonora.

E a brasiliense Maria Augusta Ramos ("O Processo") votará nas categorias de melhor filme e nas de melhor documentário e curta documental. A produtora Vânia Catani ("Mate-me Por Favor" e "Zama") votará em melhor filme.

Os outros brasileiros incluem as documentaristas Petra Costa e Helena Solberg, os montadores Karen Harley e Felipe Lacerda, e o curta-metragista Mauricio Osaki.

Os 928 selecionados pela Academia mostram que a entidade está preocupada em diversificar seu corpo de membros, após sucessivas críticas. Em 2016, por exemplo, o órgão foi bombardeado por ter apenas atores brancos entre os indicados. E em 2018 foi apenas a quinta vez que uma mulher, Greta ​Gerwig, foi indicada na categoria de direção.

Entre os convidados, 49% são mulheres. Em 2015, o número era 25%. Já entre os não-brancos, o total de selecionados chega a 38%.

Erramos: o texto foi alterado

A edição de 2018 do Oscar não foi a primeira a ter uma mulher indicada na categoria de direção, mas a quinta.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.