Descrição de chapéu Livros quadrinhos

Dois desenhos de Tintim, do belga Hergé, são leiloados por US$ 422 mil

Imagens originais do quadrinista belga são raras no mercado

O repórter Tintim, personagem de Hergé, com seu cachorro Milu - Reprodução
AFP

Dois desenhos de Tintim pertencentes ao álbum "Perdidos no Mar" foram vendidos por 422 mil dólares (cerca de R$ 1,5 milhão) neste sábado (2) em Dallas, no Texas.

Um desenho em lápis sobre papel de 35,2 x 50 cm e uma cópia de 30,7 x 47,7 cm em tinta chinesa, feitos pelo belga Hergé em 1957, não alcançaram, contudo, o preço previsto, calculado entre US$ 720 mil e  US$ 960 mil (aproximadamente R$ 2,7 milhões e R$ 3,6 milhões, respectivamente).

Eric Bradley, o porta-voz da casa de leilões Heritage Auctions, disse à AFP que os desenhos foram comprados por um colecionador residente em Bruxelas que "deseja não ser identificado por enquanto".

Capa da edição Brasileira de "As Aventuras de Tintim - Perdidos no Mar", do belga Hergé
Capa da edição brasileira de "As Aventuras de Tintim - Perdidos no Mar", do belga Hergé - Reprodução

Hergé (1907-83), cujo verdadeiro nome é Georges Remi, era de Bruxelas, a cidade de Tintim e que com frequência aparece em suas aventuras.

Os dois desenhos são da página 58 das aventuras do jovem repórter e pertencem ao álbum 19 de Hergé, publicado em 1958.

Eles são compostos de 12 imagens nas quais aparecem Tintim, seu amigo o capitão Haddock, seu fiel cachorro Milu e o piloto Piotr Skut.

Os desenhos originais de Hergé aparecem com pouca frequência no mercado, pois o artista não vendeu seus desenhos originais, mas ocasionalmente presenteou amigos próximos, indicou Heritage Auctions.

Hergé presenteou nos anos 1970 as peças leiloadas neste sábado a um "amigo escandinavo" que depois os vendeu a comprador "de um país de língua alemã na Europa", informou o especialista Eric Verhoest, residente em Bruxelas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.