Cinco filmes marcantes com Robert Redford, que anunciou sua aposentadoria

Aos 81, ator afirmou à revista que não deve mais atuar

Sandro Macedo
São Paulo

Hoje com 81 anos (82 daqui a 11 dias), Robert Redford é um dos principais astros do cinema nos últimos 50 anos. Talentoso, bonitão e carismático, sua carreira deslanchou na segunda metade dos anos 1960, principalmente por causa de um personagem: Sundance Kid, que batiza um festival de cinema idealizado por ele.

Se as notícias estiverem certas, sua última aparição na tela será em “The Old Man & The Gun”, ainda sem previsão de estreia no Brasil. “Nunca diga nunca, mas concluí que é a hora para mim em termos de atuar. Vou me aposentar porque estou fazendo isso desde os 21 anos”, disse à revista Entertainment Weekly.

Quem sabe não é a chance de o Oscar fazer uma reparação com a estatueta de melhor ator (sua única é a de direção, função que deve continuar desempenhando.

5 FILMES MARCANTES DE ROBERT REDFORD

 Butch Cassidy (1969)

O título brasileiro omitiu o outro ladrão da famosa dupla de foras da lei, Sundance Kid. O entrosamento com o parceiro Butch também era visível fora do roteiro, na primeira emblemática produção ao lado de Paul Newman. O filme de George Roy Hill teve sete indicações ao Oscar, levou quatro.

Golpe de Mestre (1973)

O trio de diretor e astros de “Butch Cassidy” se reúne novamente neste divertido filme no qual dois larápios aplicam um golpe em um chefão do crime. Desta vez Redford (e não Newman) foi indicado ao Oscar de ator, mas perdeu (ganharam o de filme e outros seis).

Dustin Hoffman e Robert Redford em cena do filme "Todos os Homens do Presidente"
Dustin Hoffman e Robert Redford em cena do filme "Todos os Homens do Presidente" - Divulgação

Todos os Homens do Presidente (1976)

Um dos melhores longas do subgênero filme de jornalista, narra a exaustiva e tensa investigação do caso Watergate, que derrubou o presidente Richard Nixon. Redford interpreta Bob Woodward, repórter do The Washington Post que estava à frente do caso ao lado de Carl Bernstein (Dustin Hoffman).

Íntimo e Pessoal (1996)

Vinte anos depois de “Todos os Homens”, Redford (ainda galã) encarnou um jornalista mais experiente, de TV, neste romance meloso, no qual se apaixonava pela pupila interpretada por Michelle Pfeiffer ---culpa da música chiclete “Because You Loved Me”, executada por Celine Dion.

Até o Fim (2013)

Última grande aparição de Redford nas telas, este filme também é tour de force no qual o astro prova seu carisma. Na trama, seu veleiro sofre um acidente que o deixa à deriva para enfrentar uma tempestade com poucos recursos. Seu personagem, que não contracena com ninguém, fala duas ou três frases durante todo o longa.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.