Encontro reúne entusiastas da sticker art, prática que espalha adesivos pela cidade

Trabalho do coletivo Os Cola é destaque em evento na Fatiado Discos

João Perassolo
São Paulo

Para o pedestre desavisado, os adesivos colados nos postes e placas de São Paulo não passam de sujeira. Mas a sticker art é um movimento artístico que, embora sem a mesma visibilidade de outras manifestações de arte de rua, como o grafite, passa por um bom momento na cidade.

Prova disso é o Sticker Up, evento que chega neste domingo à sua nona edição e que reúne artistas e curiosos com a finalidade de produzir, trocar e colar stickers. "A ideia é fomentar a produção de adesivos, porque esta produção não é insignificante: tem uma galera fazendo só para sair colando", afirma Nayara Gundi, uma das organizadoras do Sticker Up.

O encontro acontece na Fatiado Discos (av. Professor Alfonso Bovero, 382, Sumaré), a partir das 14h, com feira de fanzines e discotecagem.

Valem tanto etiquetas escritas à mão, nas quais os artistas põem suas assinaturas --as chamadas tags--, quanto adesivos mais elaborados, produzidos em gráfica.

Entre os destaques, a personagem supercolorida da ilustradora Cléo Monteiro e o trabalho do coletivo Os Cola.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.