Premiação do Multishow tem gritos de 'ele não' e 'Marielle, presente'

Pabllo Vittar, vocalista do BaianaSystem e Rouge fizeram manifestações políticas

São Paulo

A premiação do Multishow, canal pertencente ao Grupo Globo, teve manifestações contrárias a Jair Bolsonaro (PSL) e lembranças da vereadora carioca Marielle Franco, assassinada em março deste ano.

​Pabllo Vittar gritou "ele não", em referência ao candidato do PSL, assim como o vocalista do Baiana System, Russo Passapusso, que também gritou "Marielle, presente" no palco.

Aline Wirley, do grupo Rouge, também lembrou da vereadora carioca assassinada em março deste ano. O nome "Marielle Franco" estava escrito nas costas do roupão que vestiu. Todas as cantoras do grupo tinham nomes de figuras femininas históricas no roupão que usaram no início da apresentação, Como o da atriz Leila Diniz e o de Maria Quitéria, militar brasileira do século 19.

A cantora Maria Gadú vestiu uma camisa com ilustração da frase "ele não" com as cores do arco-íris.

 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.