Morre John Rogers, presidente da Comic Con San Diego há 32 anos

Responsável pela popularização do evento na Califórnia tinha câncer no cérebro

John Rogers, presidente da Comic-Con San Diego
John Rogers, presidente da Comic-Con San Diego - Reprodução/Twitter
São Paulo

John Rogers, 57, presidente da Comic Con San Diego há 32 anos, morreu nos Estados Unidos no último sábado (10). O executivo tinha um glioblastoma, espécie de tumor cerebral agressivo. A notícia foi confirmada nas redes sociais do evento.

"É com profunda tristeza que anunciamos a morte de John Rogers, presidente da Comic Con. John morreu no sábado, 10 de novembro de 2018, por complicações de um glioblastoma, forma agressiva de câncer no cérebro", anunciou o perfil oficial da Comic Con no Twitter.

Eleito em 1986 como dirigente do evento em San Diego, na Califórnia, Rogers é indicado como um dos principais responsáveis em transformar a Comic Con em um fenômeno da cultura pop mundial.

Discreto, ele preferia não aparecer diante das câmeras e era muito reservado com entrevistas. Tradicionalmente, no entanto, aparecia em público no último dia do evento, quando se dispunha a ouvir comentários dos fãs.

Formado em ciências da computação pela Universidade de San Diego, Rogers começou a trabalhar como voluntário na Comic Con em 1978 para chegar ao posto de comando oito anos mais tarde.

Ele deixa a mulher, Janet  Tait, além de uma irmã e um irmão. A família do executivo pediu que, em vez de enviar flores, fãs façam doações para a Associação Americana de Tumor Cerebral ou a União Americana pelas Liberdades Civis.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.