Descrição de chapéu Livros

Livraria da Travessa deve abrir primeira loja de rua em São Paulo, em março

Na contramão da crise que atinge mercado livreiro, grupo deve abrir unidade em Pinheiros

São Paulo

Enquanto Saraiva e a Cultura fecham lojas e entram com pedidos de recuperação judicial, a Livraria da Travessa parece estar em situação melhor: a rede carioca deve abrir sua primeira loja de rua em São Paulo, no bairro de Pinheiros.

Na cidade, o grupo já possui uma unidade no IMS Paulista. Tem também uma em Ribeirão Preto e outras sete no Rio de Janeiro.

Interior da Livraria da Travessa, no Rio de Janeiro
Interior da Livraria da Travessa, no Rio de Janeiro - Reprodução/Facebook

Analistas de mercado têm atribuído grande parte da culpa da crise no mercado livreiro a problemas de gestão das líderes de mercado Saraiva e Cultura. Aliado a isso, tem-se destacado que livrarias de médio porte estão em situação mais confortável.

 
De qualquer forma, é cedo para chegar à conclusão de que a Livraria da Travessa estaria imune à crise do mercado livreiro. Vale lembrar que a Cultura, que entrou com pedido de recuperação judicial em outubro, havia comprado a operação brasileira da Fnac —rede acabou fechando todas as unidades da livraria francesa no Brasil.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.