Charles Cosac será diretor do Museu Nacional da República, em Brasília

Ex-editor assume função após pedir demissão da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo

O ex-editor Charles Cosac, que vai dirigir o Museu Nacional da República
O ex-editor Charles Cosac, que vai dirigir o Museu Nacional da República - Gabriel Cabral/Folhapress
São Paulo

O ex-editor Charles Cosac vai assumir, a partir de segunda-feira (28), a direção do Museu Nacional da República em Brasília, anunciou a secretaria de Cultura do Distrito Federal, agora comandada por Adão Cândido.

Cosac, que em 2015 fechou as portas de sua editora, passou os últimos dois anos como diretor da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo. Ele pediu demissão da instituição assim que a prefeitura anunciou a saída de André Sturm, que o havia nomeado, da Secretaria Municipal de Cultura.

A ideia de Cândido é tornar os equipamentos culturais da capital federal autossuficientes em receita, usando a lei Rouanet para criar fundos patrimoniais, por exemplo. O museu que Cosac vai dirigir é o mais visitado de Brasília.

Em nota da secretaria de Cultura, o ex-editor diz que vai começar um estudo detalhado do acervo da instituição para, em breve, apresentar um plano de ação. A ideia, afirma, é transformar a instituição em espaço de referência em arte moderna e contemporânea.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.