Descrição de chapéu Cinema Oscar 2019

Com 'Roma', Netflix emplaca primeira indicação ao Oscar de melhor filme

Longa de Alfonso Cuarón disputa ainda outras nove indicações

Cena de 'Roma', de Alfonso Cuarón
Cena de 'Roma', de Alfonso Cuarón - Divulgação
São Paulo

Com o longa "Roma", do mexicano Alfonso Cuarón, a Netflix conseguiu a cereja do bolo que tanto almejava abocanhar: sua primeira indicação ao Oscar de melhor filme.

Disputando ainda outras nove estatuetas, a obra está empatada com "A Favorita" no posto de longa com mais indicações. A lista foi anunciada nesta terça (22).

A gigante do streaming ainda comparecerá à cerimônia com "A Balada de Buster Scruggs", obra dos irmãos Coen que surpreeendeu e descolou três indicações: roteiro adaptado, figurino e canção original.

A Netflix já vinha preparando esse terreno havia anos. Primeiro, conseguiu emplacar suas obras nos festivais internacionais de grande porte, como Cannes, Berlim e Veneza.

No primeiro deles, o serviço de vídeo sob demanda foi alvo de uma celeuma. Exibidores franceses se enfureceram com a decisão da empresa americana de não exibir suas obras nos cinemas e influenciaram a direção da mostra a boicotar a Netflix. Resultado: "Roma", que iria estrear em Cannes, acabou indo para Veneza, de onde saiu com o prêmio principal

Em entrevista à Folha, no mês passado, Cuarón minimizou o fato de que seu filme, esteticamente tão bem lapidado, fosse parar na Netflix em vez de seguir o circuito tradicional de exibições em massa nos cinemas. 

“Um filme mexicano, em preto e branco e falado em espanhol jamais teria a distribuição que ele está tendo agora”, disse. Ele se referia ao fato de a Netflix ter programado o longa em várias salas de cinemas para habilitá-lo a concorrer ao Oscar. Só no México foram mais de 40 os lugares. No Brasil, a obra passou por telas de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

"Roma" é o projeto mais pessoal do cineasta mexicano e um retorno ao seu país de origem depois de grandes produções como “Gravidade”, “Filhos da Esperança” e o terceiro “Harry Potter.”

A história, rodada em preto e branco e com um uso excessivo de planos-sequência, acompanha a rotina de Cleo (papel de Yalitza Aparicio, indicada como melhor atriz), empregada doméstica de origem indígena que trabalha num casarão de classe alta da capital mexicana.

A protagonista é inspirada numa empregada que trabalhou para os pais de Cuarón. Os personagens que orbitam seu universo —a mãe burguesa, as crianças irrequietas — são todos inspirados na família do cineasta no México dos anos 1970.

 

Veja a lista de indicados

Melhor filme
“Bohemian Rhapsody”
“A Favorita”
“Green Book: O Guia”
“Infiltrado na Klan”
“Nasce uma Estrela”
“Pantera Negra”
“Roma”
“Vice”

Melhor direção
Yorgos Lanthimos, “A Favorita”
Spike Lee, “Infiltrado na Klan”
Pawel Pawlikowski, “Guerra Fria”
Alfonso Cuarón, “Roma”
Adam McKay, “Vice”

Melhor atriz
Glenn Close, “A Esposa”
Lady Gaga, “Nasce uma Estrela”
Yalitza Aparicio, “Roma”
Olivia Colman, “A Favorita”
Melissa McCarthy, “Poderia Me Perdoar?”

Melhor ator
Rami Malek, “Bohemian Rhapsody”
Viggo Mortensen, “Green Book: O Guia”
Bradley Cooper, “Nasce uma Estrela”
Christian Bale, “Vice”
​Willem Dafoe, “No Portal da Eternidade” 

Melhor atriz coadjuvante
Regina King, “Se a Rua Beale Falasse”
Amy Adams, “Vice”
Emma Stone, “A Favorita”
Rachel Weisz, “A Favorita”
Marina de Tavira, “Roma”

Melhor ator coadjuvante
Mahershala Ali, “Green Book”
Richard E. Grant, “Poderia Me Perdoar?”
Sam Elliot, “Nasce uma Estrela”
Adam Driver, “Infiltrado na Klan”
Samwell Rockwell, “Vice”

Melhor filme estrangeiro
“Roma”, de Alfonso Cuarón (México)
“Guerra Fria”, de Pawel Pawlikowski (Polônia)
“Assunto de Família”, de Hirokazu Kore-Eda (Japão)
“Cafarnaum”, de Nadine Labaki (Líbano)
“Never Look Away”, de Florian Henckel von Donnersmarck (Alemanha)

Melhor animação
“Os Incríveis 2”
“Homem-Aranha no Aranhaverso”
“Mirai”
“Ilha dos Cachorros”
“WiFi Ralph: Quebrando a Internet”

Melhor documentário
“Free Solo", de Jimmy Chin e Elizabeth Chai Vasarhelyi
“Hale County This Morning, This Evening", de  RaMell Ross
“Minding the Gap", de Bing Liu
“Of Fathers and Sons", de Talal Derki
“RBG", de Betsy West e  Julie Cohen

Melhor roteiro original
“A Favorita”
“Green Book: O Guia”
“Roma”
“Vice”
“First Reformed”

Melhor roteiro adaptado
“Infiltrado na Klan”
“Nasce uma Estrela”
“Poderia Me Perdoar?”
“Se a Rua Beale Falasse”
“A Balada de Buster Scruggs”

Melhor direção de fotografia
“Roma”
“Never Look Away”
“A Favorita”
“Nasce uma Estrela”
“Guerra Fria”

Melhor direção de arte
“A Favorita”
“Pantera Negra”
“O Retorno de Mary Poppins”
“O Primeiro Homem”
“Roma”

Melhor montagem
“Bohemian Rhapsody”
“Green Book” 
“A Favorita” 
“Vice” 
“Infiltrado na Klan”

Melhor trilha sonora
“Se a Rua Beale Falasse”
“Pantera Negra”
“O Retorno de Mary Poppins”
“Ilha dos Cachorros”
“Infiltrado na Klan”

Melhor canção original
“All The Stars”, de “Pantera Negra"
“I’ll Fight”, de “RBG”
“The Place Where Lost Things Go”, de “O Retorno de Mary Poppins”
“Shallow”, de “Nasce uma Estrela”
"When A Cowboy Trades His Spurs For Wings”, de  “A Balada de Buster Scruggs"

Melhor edição de som
“O Primeiro Homem”
“Pantera Negra”
“Um Lugar Silencioso”
“Bohemian Rhapsody”
“Roma”

Melhor mixagem de som
“O Primeiro Homem”
“Pantera Negra”
“Nasce uma Estrela”
“Bohemian Rhapsody”
“Roma”​

Melhor figurino
“A Favorita”
“Pantera Negra”
“O Retorno de Mary Poppins”
“Duas Rainhas”
“A Balada de Buster Scruggs”

Melhor maquiagem e penteado
"Border"
"Duas Rainhas"
"Vice"

Melhores efeitos visuais
“O Primeiro Homem”
“Vingadores: Guerra Infinita”
“Jogador Nº 1”
“Christopher Robbin: Um Reencontro Inesquecível”
“Han Solo: Uma História Star Wars”

Melhor curta-metragem
“Detainment", de Vincent Lambe
“Fauve", de Jeremy Comte
“Marguerite", de Marianne Farley
“Mother", de Rodrigo Sorogoyen
“Skin", de Guy Nattiv

Melhor curta documental
“Black Sheep", de Ed Perkins
“End Game", de Rob Epstein e Jeffrey Friedman
“Lifeboat", de Skye Fitzgerald
“A Night at the Garden", de Marshall Curry
“Period. End of Sentence.", de Rayka Zehtabchi

Melhor curta de animação 
"Animal Behaviour", de Alison Snowden e David Fine
“Bao", de Domee Shi
“Late Afternoon", de Louise Bagnall
“One Small Step", de Andrew Chesworth, Bobby Pontillas
“Weekends", de Trevor Jimenez

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.