Descrição de chapéu Cinema

Alejandro González Iñárritu irá presidir júri do Festival de Cannes

Cineasta mexicano ocupará lugar que, no ano passado, foi de Cate Blanchett

Alejandro G. Iñárritu em evento em Los Angeles, em 2017
Alejandro G. Iñárritu em evento em Los Angeles, em 2017 - Valerie Macon/AFP
Paris | AFP

O cineasta Alejandro González Iñárritu presidirá o júri do próximo Festival de Cannes, entre 14 e 25 de maio, e será o primeiro mexicano a assumir a responsabilidade.

"Mediante a presença do diretor de 'Babel', o Festival celebrará todo o cinema mexicano", afirma um comunicado divulgado pela organização do maior festival de cinema do mundo.

Três dias depois de Alfonso Cuarón receber três estatuetas do Oscar por "Roma", incluindo melhor filme estrangeiro e melhor diretor, o anúncio confirma o bom momento dos cineastas daquele país.

Iñárritu, 55, presidirá o júri da 72º edição do festival de cinema mais importante do mundo, papel ocupado no ano passado pela atriz australiana Cate Blanchett, quando o vencedor da Palma de Ouro foi "Assunto de Família", do japonês Hirokazu Kore-Eda.

"Me sinto honrado e feliz de retornar este ano e imensamente orgulhoso de presidir o júri. O cinema corre nas veias do planeta e este festival é seu coração", disse o diretor, citado no comunicado oficial.

O mexicano é um dos cineastas mais consagrados de Hollywood e venceu dois Oscars de melhor diretor de modo consecutivo, em 2015 e 2016, por "Birdman" e "O Regresso".

Também comparece com frequência a Cannes: exibiu seu primeiro filme, "Amores Brutos" (2000), na Semana da Crítica. Seis anos depois "Babel" foi exibido na mostra principal e Iñárritu venceu o prêmio de direção.

"Biutiful" (2010) deu a Javier Bardem o prêmio de melhor ator em Cannes.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.