Banda The Who anuncia álbum de inéditas e turnê acompanhada de orquestra

Grupo inglês deve lançar primeiro disco com músicas novas em 13 anos e fará shows nos EUA, no Canadá e em Londres

São Paulo

O cantor Roger Daltrey e o guitarrista Pete Townshend, do The Who, anunciaram que farão uma turnê neste ano acompanhados de uma orquestra e que vão lançar um álbum de inéditas —o primeiro do grupo em 13 anos.

A turnê se chamará “Moving On!” (seguindo em frente, em inglês).

Segundo Daltrey e Townshend, únicos integrantes vivos da formação original do The Who, eles vão se apresentar nos Estados Unidos e no Canadá, em maio, acompanhados de uma orquestra.

Pete Townshend (à esq.) e Roger Daltrey, da banda britânica The Who, posam para foto no estádio de Wembley, em Londres
Pete Townshend (à esq.) e Roger Daltrey, da banda britânica The Who, posam para foto no estádio de Wembley, em Londres - Dylan Martinez/Reuters

Em julho, o espetáculo será apresentado em Londres, no estádio de Wembley.

“Somos homens velhos agora. Não podemos ir lá e fingir que vai ser em qualquer lugar como estávamos 40, 50 anos atrás”, afirmou Daltrey em entrevista à agência Reuters.

Segundo ele, “adicionar a orquestra pode elevar a música a um lugar onde ela parece meio adulta”, o que não significa que os shows serão menos intensos; “tocaremos a todo vapor como costumamos fazer". 

Conhecido por clássicos do rock, como “My Generation” e “Won’t Get Fooled Again”, o grupo The Who foi criado em Londres, na década de 1960, e vendeu mais de 100 milhões de cópias de seus discos em todo o mundo. 

Além de Daltrey e Townshend, a banda trazia Keith Moon (1946-1978) —um dos mais celebrados e influentes bateristas da história do rock— e o baixista John Entwistle (1944-2002).

Principal compositor da banda, o guitarrista Townshend disse se sentir grato por ainda fazer shows.

“Roger e eu temos muita sorte de estar vivos e razoavelmente saudáveis. Temos sorte de ainda podermos tocar a música com a qual crescemos.”

Segundo os músicos, o The Who ainda planeja lançar um novo álbum, o primeiro de inéditas desde “Endless Wire”, de 2006.

Daltrey afirmou ainda que “Moving On!” não foi planejada como uma turnê de despedida, mas admitiu que a aposentadoria pode estar próxima: “Uma delas vai ser (uma turnê de despedida), podemos não chegar ao fim desta; em toda vez que você sobe ao palco, há uma possibilidade de fim de jogo na nossa idade”.
 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.