Domingos Oliveira deixou série inédita para o Canal Brasil

'Mulheres de 50' é sequência de duas peças anteriores do diretor

Morto neste sábado (23), por causa ainda indeterminada, o cineasta, dramaturgo e ator Domingos Oliveira filmava uma nova série para o Canal Brasil antes de morrer.

Intitulada “Mulheres de 50”, a obra é uma espécie de continuação de duas peças que Domingos dirigiu nos anos 1990 e 2000, respectivamente: “Confissões das Mulheres de 30” e “Confissões das Mulheres de 40”.

Escrita em conjunto com as protagonistas da série, as atrizes Cacá Mourthé, Clarice Niskier, Dedina Bernardelli e Priscilla Rozenbaum —esta, mulher do diretor—, o seriado trata dos dilemas enfrentados pelas mulheres maduras, como relacionamentos, separações e vida profissional.

O assunto está longe de ser alheio a Domingos, um dos responsáveis pela inauguração do gênero da comédia romântica no Brasil com "Todas as Mulheres do Mundo", de 1966.

Desta vez, cada episódio é centrado em uma das personagens, diz  Mourthé. Em todos, as quatro amigas se encontram no seu quartel-general, o restaurante Fiorentina, em Copacabana, endereço boêmio carioca frequentado pelo diretor na vida real.

Segundo Ronald Teixeira, diretor de arte da série e parceiro de Domingos desde 1997, sete dos dez episódios previstos para a série já foram filmados. O sétimo, já com direção da assistente do cineasta, Renata Paschoal. Há uma semana, Domingos, fragilizado (ele sofria de mal de Parkinson há anos), havia reunido a equipe e expressado a vontade de que a assistente o substituísse na direção da empreitada.

Também de acordo com Teixeira, “Mulheres de 50” está prevista para ir ao ar no Canal Brasil ainda no primeiro semestre.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.