Veja lista dos filmes mais importantes de Glauber Rocha

Seleção comentada é do repórter especial da Folha Naief Haddad

Cena do filme "Terra em Transe", de Glauber Rocha (1967) - Divulgação
São Paulo

O cineasta Glauber Rocha completaria, nesta quinta-feira (14), 80 anos. O repórter especial da Folha Naief Haddad comenta abaixo os cinco filmes que seriam, na sua avaliação, os mais importantes do diretor baiano.

Versões restauradas dos cinco longas foram lançadas em DVD. Além disso, todos estão disponíveis no YouTube com qualidade razoável. 

"Barravento" (1962)
Glauber tinha só 23 anos quando seu primeiro longa foi lançado. “Filmei ‘Barravento’ num estado de crise, abandonava as ideias da adolescência”, disse. É surpreendente o talento que revela neste filme sobre pescadores e religiões africanas.

"Deus e o Diabo na Terra do Sol" (1964)
O jovem diretor une lendas populares do Nordeste, Graciliano Ramos, Guimarães Rosa e Euclides da Cunha neste filme que mudou a história do cinema brasileiro. São extraordinárias as músicas de Sérgio Ricardo e a atuação de Othon Bastos.

"Terra em Transe" (1967)
Com críticas a políticos, empresários, líderes religiosos e sindicalistas, este é um filme que se torna cada vez mais atual. Desde o seu lançamento, como escreveu o diretor Cacá Diegues, “o Brasil só fez plagiar ‘Terra em Transe’”.

"O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro" (1969)
Ao retomar alguns dos temas de “Deus e o Diabo”, Glauber conquistou o prêmio de direção em Cannes. Admirador do diretor baiano, Martin Scorsese diz que “Dragão” exerceu enorme influência sobre filmes como “Touro Indomável” (1980).

"A Idade da Terra" (1980)
É o último e mais controverso longa de Glauber. O diretor avança na linguagem experimental ao apresentar quatro representações de Cristo. Para o diretor italiano Michelangelo Antonioni, o filme é “uma lição de cinema moderno”.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.