Descrição de chapéu Moda

Beira rejeita cacofonia na SPFW para criar minimalismo nada básico

Estilista Lívia Campos apresenta coleção em que o preto tinge várias peças amplas de costura aparente

Pedro Diniz
São Paulo

Em meio à cacofonia de vozes e modelagens desta São Paulo Fashion Week parece quase arriscado se calar ou pelo menos baixar a voz. Lívia Campos, da grife Beira, arriscou e fez uma coleção em que o tema central era a ausência de luz e som transmitida pelo preto.

A cor tingiu várias peças amplas de costura aparente, como se cortadas ao avesso. As linhas de dentro da roupa saltaram para fora, como pontos de cor vermelha, marrom e bege avulsos na escuridão dos conjuntos.

Seria simplório tachar a coleção de minimalista. Para além da simplicidade se esconde um trabalho minucioso de proporções contrastantes, tanto na parte de cima quanto na de baixo. Blusas, calças, casacos, saias, golas. O repertório é vasto e ela testa quase todas as possibilidades de combinações.

No único bloco que remete a estampas, ela espirra de forma livre demãos de tinta preta em jaquetas pesadas para, quando sobrepostas, partes dessa tinta adquiram um preto lavado, quase cinza chumbo.

Uma roupa construída com esmero, Campos tenta dizer nesta coleção, pode valer mais do que mensagens bonitas impressas em temas vazios. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.