Após Dead Kennedys vetar pôster, produtora vende cartaz com mesma ilustração

Nova imagem muda nome da banda para 'Chicken Kennedys', sugerindo que músicos são medrosos

São Paulo

Uma semana após a banda americana Dead Kennedys anunciar o cancelamento da turnê brasileira, com shows em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte, a produtora EV7 Live se pronunciou sobre o caso na noite desta sexta-feira (3).

No comunicado oficial divulgado nas redes sociais da empresa, foi dito que a decisão de suspender as apresentações foi da banda e que todas as tentativas de negociação na última semana foram negligenciadas. “Tudo o que queríamos era que a banda arcasse com os custos de reembolso daqueles que compraram ingresso antecipadamente”.

Para ajudar a arcar com o prejuízo, a companhia colocou à venda camisetas e pôsteres com a ilustração que causou o imbróglio com a banda. O nome do grupo não aparece nas artes, mas há uma nova versão da criação com o nome "Chicken Kennedys" —em inglês coloquial, "chicken" é usado para chamar alguém de frangote, medroso, dizer que a pessoa amarelou. Mas, no comunicado, a produtora diz que não é alusão a banda nenhuma.

O mesmo anúncio traz informações sobre o reembolso. No Rio de Janeiro, os fãs que compraram o ingresso presencialmente devem comparecer à bilheteria do Circo Voador, na Lapa. Quem comprou online, será reembolsado automaticamente. O público de São Paulo, Belo Horizonte e Brasília, deve preencher o formulário neste link e aguardar as orientações da TicketBrasil.

Os shows da banda americana Dead Kennedys no Brasil faziam parte da turnê comemorativa de 40 anos do grupo, que teve grande influência na cena punk e hardcore americana nos anos 1980. As apresentações teriam parte da formação original do grupo, com a notável ausência do primeiro vocalista, Jello Biafra.

Os problemas com a turnê brasileira começaram há duas semanas, no último dia 22, com a divulgação da ilustração para o pôster oficial do show, criado por Cristiano Suarez.

Pôster criado por Cristiano Suarez para a turnê de 40 anos dos Dead Kennedys no Brasil; imagem traz palhaço Bozo e sua família em frente a uma favela em chamas
Pôster criado por Cristiano Suarez para a turnê de 40 anos dos Dead Kennedys no Brasil; imagem traz palhaço Bozo e sua família em frente a uma favela em chamas - Cristiano Suarez

Nele, o palhaço Bozo e sua família vestem camisetas parecidas com a da seleção brasileira de futebol enquanto seguram armas em frente a uma favela em chamas. Tanques de guerra completam o cenário. “Eu adoro o cheiro de pobres mortos pela manhã”, diz um dos personagens.

A criação viralizou nas redes sociais e foi vista como alusão ao presidente Jair Bolsonaro —que, por vezes, é chamado de Bozo na internet— e seus eleitores. No dia 26/4, o grupo anunciou o cancelamento dos shows no Brasil.

Os fãs de punk rock do período entre final dos anos 1970 e 1980 não verão a performance dos Dead Kennedys, mas há outros shows de bandas desta safra musical marcados em São Paulo para os próximos meses.

A banda britânica The Vibrators se apresenta no Jai Club (Vila Mariana) em 8/6. O The Exploited (para quem, aliás, Jello Biafra escreveu a música “Nazi Punks Fuck Off”) toca no Fabrique (Barra Funda) em 15/6. Por fim, os californianos do Black Flag têm show marcado em 15/7, no Carioca Club (Pinheiros).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.