Descrição de chapéu Televisão

Com Lula, Temer e FHC, 'O Mecanismo' usa 'se gritar pega ladrão' como trilha

Dirceu, Palocci, Aécio e Alckmin também aparecem, pixelados, na abertura da segunda temporada da série de José Padilha

Personagem de presidente do Brasil ameaçada de impeachment na segunda temporada de 'O Mecanismo'
Personagem Janete Ruscov, presidente do Brasil ameaçada de impeachment, na segunda temporada de 'O Mecanismo' - Reprodução
São Paulo

A culpa não é de José Padilha, mas do Brasil. Aqui, as mudanças políticas têm acontecido tão rápido que sua série “O Mecanismo”, cuja segunda temporada estreia na Netflix no dia 10, parece estar narrando escândalos do século passado.

Mas são apenas as negociatas, corrupções e malandragens que aconteceram em 2014, ano em que começa o primeiro novo episódio. O trailer, que pode ser visto no final da lista de episódios da primeira temporada, mostra a presidente do Brasil sob ameaça de impeachment.

Mas as três primeiras partes, exibidas para a imprensa na manhã desta quinta (2), giram mais em torno das investigações sobre o 13º empreiteiro. Na temporada de 2018, os esforços do policial demitido Ruffo (Selton Mello) e da delegada da PF Verena (Caroline Abras) haviam resultado na prisão de 12 dos 13 maiores empreiteiros do país.

Esse 13º, o mais poderoso de todos, se chama Ricardo Brecht (seria Marcelo Odebrecht?), interpretado por Emilio Orciollo Netto. Além dos policiais, os promotores e o juiz inspirado em Sergio Moro continuam em Curitiba emitindo pareceres e dando embasamento legal às investigações.

No pano de fundo, Ruffo continua tentando se aproximar da mulher, Regina (Susana Ribeiro), e da filha, Beta (Julia Svacinna), mas a falta de tato e de grana do ex-policial parecem apenas afastá-lo cada vez mais da família.

José Padilha, que já havia dirigido a série “Narcos” para a Netflix, preparou algo com grande potencial de polêmica para essa nova temporada.

Apesar de os políticos terem aparecido pouco nesses três episódios, eles estão muito bem representados na nova abertura de “O Mecanismo”.

Só que são políticos reais. Ali, desfilam FHC, Lula, Michel Temer, José Dirceu, Antonio Palocci, Aécio Neves e Geraldo Alckmin, entre outros.

As cenas, retiradas de posses, comícios e reportagens de TV, mostram esses políticos com os olhos pixelados, como se não pudessem ter as identidades reveladas. Em alguns casos, aparecem apenas os olhos e o resto da face fica meio apagada.

Um famoso samba de Ary do Cavaco e Bebeto Di São João, entretanto, é que dá o tom da coisa: “Se gritar pega ladrão/ Não fica um, meu irmão/ Se gritar pega ladrão/ Não fica um.”

 

Como diz o atual presidente, Jair Bolsonaro, “essa vai dar o que falar”. 

O Mecanismo – Segunda temporada

  • Quando Estreia em 10 de maio 4
  • Onde Netflix
  • Elenco Selton Mello, Caroline Abras, Emilio Orciollo Neto
  • Produção Brasil, 2019
  • Direção José Padilha

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.